Sempre tive uma grande paixão pelas viagens, em descobrir lugares novos, pessoas e costumes diferentes…


Ao longo dos últimos vinte anos viajei pelos cinco continentes, totalizando 35 países.


Foi viajando que encontrei a minha vocação. Me tornei guia de turismo no Rio de Janeiro, onde estudei e obtive a credencial nas categorias: regional, nacional e internacional pela Embratur.


Em 2000, me casei e acabei fixando residência em Paris. Aqui fiz vários cursos como História da Arte na Escola do Louvre, História da Arte Renascentista na Escola Superior de Artes Aplicadas Duperré, além de outros cursos livres sobre o patrimônio artístico de Paris: arquitetura, pintura, escultura, jardins, etc.


Sou oficialmente Guia de Turismo em Paris com carteira profissional emitida pelo Ministério do Turismo e da Cultura da França.


Assim com o olhar de uma viajante e de uma profissional da área, tenho oferecido meus serviços de acompanhamento, organização e consultoria para turistas brasileiros em Paris.


Bienvenue à Paris !


Miriam Tanno Girardot


terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Exposição Rodin no Grand Palais


Auguste Rodin (1840-1917) é considerado como um dos pais da escultura moderna.

Antes de Braque, Picasso, Matisse e outros, Rodin integra o "acidente" no seu trabalho e inventa uma obra não terminada, a figura parcial, a montagem e a colagem.

Na ocasião do centenário de morte do artista, o Museu Rodin e o Grand Palais se associaram para homenagea-lo com uma exposição que coloca em evidência o universo criativo de Rodin, suas relações com o publico e a maneira como os escultores se apropriaram da sua estética. 

Com 200 obras de Rodin e desenhos de Bourdelle, Brancusi, Picasso, Matisse, Giacometti, Beuys, Baselitz, Gormley… 

Data: 22 de março à 31 de julho 2017
Grand Palais - Grands Galeries
Metrô: Franklin D. Roosevelt linha 1 e 9
Funciona das 10h00 às 20h00
Fechado nas 3as.feiras
Visita noturna nas 4as., 6as.feiras e sábados das 10h00 às 22h00
Encerramento antecipado às 18h00 nos dias 22, 23, 24, 27, 29, 30 e 31 de março
Fechado nos dias 1° de maio e 14 de julho 

A exposição participará na Noite Européia dos Museus no dia 20 maio, quando a entrada será gratuita.
Preço dos Ingressos
Tarifa integral - 13 €
Tarifa reduzida -  9 € 
Tarifa Tribu (2 adultos + 2 jovens entre 16 e 25 anos) - 35 €







Exposição sobre a Moda & Mulheres 14/18


Na ocasião da reabertura da Biblioteca Forney depois de dois anos fechada para reformas, uma exposição sobre a propõe a história da moda e mulheres na sociedade francesa durante a Primeira Guerra Mundial, de 1914 a 1918.

O vestuário feminino muda radicalmente no início do século XX: a silhueta se torna mais leve, deixando as crinolinas (anágua criolina) e anquinhas (que armavam a traseira das saias e vestidos) do século passado, o número de troca de roupas diárias é reduzida para as mulheres da classe alta porque o tailleur passou a acompanha-la durante a sua jornada. 
A peça adquiri uma praticidade e uma nova simplicidade com os produtos têxteis (lavável e flexível) e de formas (bolsos e saias amplas). Essas mudanças que apareceram um pouco antes da 1a. Guerra Mundial se aceleraram com ela. 

Mas até esse momento, sobre o plano vestimentário como social, a guerra liberou as mulheres ? O que diz a moda da complexidade das evoluções sociais que as mulheres conheceram nesse período de conflito ?
Como a guerra acelerou essa modernização da roupa das mulheres ? 
De que maneira a industria da costura e têxtil se adaptaram e se inovaram face as dificuldades da guerra ? 
Como o trabalho feminino, o luto, as relações intimas e familiares faziam face e a questão da emancipação das mulheres foram percebidas através do prisma da moda ? Estas são as perguntas feitas pelos curadores através da Exposição Moda & Mulheres 14/18, do dia 28 de fevereiro a 17 de junho 2017

Visita comentada gratuita aos sábados às 15h00. 
Se for grupo apenas mediante reserva pelo telefone 01 72 63 40 89 ou justine.perrichon@paris.fr 

Visitas das curadores Maude Bass-Kruegger e Sophie Kurkdjan:
Dia 1° de abril - sábado - 15h00
Dia 08 de abril - sábado - 15h00
Dia 06 de maio - sábado - 15h00
Dia 13 de maio - sábado - 15h00

Eventos relacionados:
Dia 15 de março - 19h00 - Conferência Moda e Mulheres, 14/18 pelas curadoras da exposição 
Dia 26 de abril - 19h00 - Leitura: Destino das mulheres, historias de vestidos por Fréderique Bruyas
Dia 11 de maio - 19h00 - Conferência: O olhar dos soldados sobre as mulheres 

Fechará nos dias 15 de abril e 03 de junho

Bibliothèque Forney: 1, rue du Figuier, 4eme arrond
Metrô: Pont Marie linha 7 e Saint Paul linha 1

Horários 
Terça-feira das 13h00 às 19h30
Quarta-feira das 10h00 às 19h30
Quina-feira das 10h00 às 19h30
Sexta-feira das 13h00 às 19h30
Sábado das 13h00 às 19h30
Fechado aos domingo e segundas-feira 

Entrada gratuita


segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Feira Mundial de Tatuagem 2017 em Paris


Para os aficionados por tatuagem, acontece em Paris nos dias 03, 04 e 05 de março 2017, a Feira Mundial de Tatuagem na Grande Halle de la Villete com 2.000m2 de superfície. 

Com participação de 420 melhores tatuadores do mundo todo !

O ponto alto da feira é o concurso presidido por um júri de tatuadores legendários: Filip Leu, Bill Salmon, Luke Atkinson e Kari Barba.
As melhores tatuagens do mundo serão recompensadas com 25 troféus exclusivamente realizados por Bruno Kea. 

O local do evento será decorado pela ilustradora Noemi Schipfer e Takami Nakamoto do Nonotak Studio, que percorreram o mundo trabalhando nos grandes museus e para marcas de prestigio. 

Shows:
Dia 03 - sexta-feira : Madball e L' Esprit du Clan  
Dia 04 - sábado : Carpenter Brut e Reflections by Takami Nakamoto & Sebastien Benoits
Dia 05 - domingo : Theo Lawrence & The Hearts

Exposições: 
- Kintaro Publishing, editor independante de livros de artes, serigrafias e impressões  de alta qualidade
- Exposiçao de guitarras Fender pintadas por 8 artistas do Mundial de Tatuagem



Pode-se ver os artistas trabalhando e ser tatuado no local, além das exposições, shows, palestras, venda de materiais para os profissionais, etc.

Haverá a presença de vários food trucks durante a feira.

Local: Grande Halle de la Villette - 211, avenue Jean Jaurès, 19eme. arrond.

Horarios:
6a.feira e sábado - 12h00 à meia-noite
Domingo - 11h30 às 19h00

Metrô: Porte de Pantin linha 5   

Ingressos - preços diferenciados

6a.feira ou sábado: 
30 € comprando antecipadamente
32 € comprando no local
20 € para jovens de 12 a 16 anos

Domingo:
25 € comprando antecipadamente 
27 € comprando no local
18 € para jovens de 12 a 16 anos

Passe para os 3 dias: 
60 € comprando antecipadamente 
65 € comprando no local
40 € para os jovens de 12 a 16 anos

Gratuito para jovens até 11 anos desde que acompanhados e munidos de documento

Comprando antecipadamente on line 

Fonte: Que faire à Paris


Festival do Encontro Internacional do Violão em Antony/Paris


Acontece o 25° Festival do Encontro Internacional do Violão de Antony (a menos de 13 km de Paris), a partir do dia 22 ao 26 de março 2017.

Ao longo desses 25 anos, o festival soube construir seu próprio universo. Como todo festival tem seus hábitos, seus pontos fortes e suas surpresas. 

Esse festival de Antony se caracteriza particularmente por sua grande diversidade da programação, o surgimento de jovens talentos à ocasião do concurso internacional, mas também pelo seu espirito amigável que suscita trocas e reencontros.

Com o tempo e graças ao trabalho fiel do diretor musical Gérard Verba, o festival cresceu e adquiriu uma boa reputação no mundo do violão.  

Gérard Verba - foto foxoo.com
Programação 

Dia 22 - 4a.feira - Auditorium Paul-Arma du Conservatoire 
19h00 - Concerto de abertura com os alunos violonistas do Conservatório Darius-Milhaud interpretarão "A Fantasia para um cavalheiro" para violão e orquestra do Joaquim Rodrigo 

"Palos y Cuerdas" - foto do site oficial
Dia 23 - 5a.feira - Auditorium Paul-Arma du Conservatoire 
20h30 - O trio de musica andina "Palos y Cuerdas" antecipará  a abertura do ano 2017 da Colombia na França
Uma degustação de especialidades colombianas será oferecida durante o intervalo 

Dia 24 - 6a.feira - Espace Vasarely

Thierry Begin-Lamontagne
foto site diffucionalmagamme.com
20h30 - o vencedor do concurso internacional de violão de 2016, Thierry Begin-Lamontagne, violonista canadense, abrirá a noite, homenageando o grande violonista francês Roland Dyens, falecido em novembo do ano passado, considerado um dos cem melhores violonista do mundo aos 33 anos de idade pela revista inglesa "Guitarist", passava da musica clássica ao jazz e à musica brasileira.

Alvaro Pierri - foto do site oficial 
O grande maestro uruguaio Alvaro Pierri, interpretará três concertos para violão e orquestra do século XX: Concerto del Sur de Manuel Ponce, o Concerto para violão de Vila-Lobos e o concerto de Aranjuez de Joaquim Rodrigo acompanhado da Camerata Lutecia dirigida por Jean-Michel Ferran

Dia 25 - sábado
14h00 - Master Class com Odair Assad no Parc Bourdeau 
15h30 - Master Class com Alvaro Pierri no Parc Bourdeau
18h00 - Conferência seguida de debate com Massaki Sakurai no Auditorium Paul-Arma du Conservatoire 
Massaki Sakurai é um luthier japonês na prestigiada Kohno Guitar Manufacturing à Tóquio 
20h30 - Final do Concurso Internacional de Violão no Auditorium Paul-Arma du Conservatoire - entrada paga

Prêmios
1° prêmio - um violão do luthier japonês Massaki Sakurai no valor de 10 mil euros 
Melhor intérprete de uma obra imposta - 300 €
A marca Savarez oferece aos candidatos um jogo de cordas

Dia 26 - domingo no Espace Vasarely 
14h30 - concerto-conferência "François de Paule de Fossa, entre a França e a Espanha. Um violonista à borda do Romantismo" com Bruno Marlat 
Abertura - Apresentação de uma peça criada especialmente para o evento  para 25 violões (25 vozes diferentes pelos 25 anos do festival) pelo compositor Laurent Lellouch, originário de Antony.

Duo Assad - foto do site do festival 
16h00 - encerramento do festival com a apresentação de um dos principais duos de violão clássico do mundo, os irmãos brasileiros Sérgio e Odair Assad, o "Duo Assad". Eles gravaram a obra completa de Heitor Villa-Lobos para violão. Compositores como Astor Piazzolla e Radamés Gnatalli compuseram peças especialmente para eles.  Em 2015, Sérgio e Odair festejaram 50 anos de carreira.

Locais

Espace Vasarely - 1, place des Anciens Combattants d'Afrique du Nord

Pavillon Bourdeau - Parc Bourdeau - 20, rue Velpeau

Auditorium Paul-Arma du Conservatoire - 140, av. de la Division Leclerc

Como chegar

De carro - de Paris, pegar a RD920 na Porte d'Orléans (15 minutos aprox.). Sair na Croix de Berny seguindo em direção Antony centre

De trem RER - linha B Estaçao Antony (saindo de Chatelet Les Halles 25 minutos aprox.)

De ônibus -  linhas 196, 197, 286 e 297




Compra dos ingressos

Pela internet - billetteie.ville-antony.fr/web_accueil.htm
Service Culturel de la Villa d'Antony - Place de l'Hôtel de Ville - Antony 

Site oficial do festival 

Musica da América Latina no dia 12 de março à Paris


O "Alma Cuarteto" composto por Marie-Françoise Maumy (acordeão), o argentino Leonardo Sanchez (violão), Lester Chio (clarineta) e Abraham Mansfaroll (percussão) se apresenta num concerto-coquetel no Bateau Daphné.

Dia: 12 março 2017

Horario: 18h30

Local: Bateau Daphné - no Quai Montebello face n° 11

Metrô: Maubert-Mutualité e St-Michel

Preço: 15 € tarifa normal e 12 € tarifa reduzida

Reservas: info@bateaudaphne.com ou pelo telefone 01 30 36 18 88


Glace Bachir: sorvete libanês em Paris

Foto: Miriam ATG 
Sexta-feira, passando pela rue Rambuteau,  me deparei com uma nova sorveteria, uma marca libanesa, 100% orgânica.
Entrei já imaginando o sabor oriental...
Foto: Miriam ATG 
Os irmãos Jessy e Edouard Bachir me atenderam e me fizeram degustar os sorvetes de amêndoa, pistache, pétala de rosa e Achta, essa ultima é a especialidade da casa. 
Para quem não conhece, Achta (feita à base de leite e água de flor de laranjeira) é um creme clássico utilizado em várias sobremesas libanesas. 
Achta - foto do site glacebachir.fr 
Além desses sabores orientais, oferecem sorvete de morango, manga, limão, baunilha de Madagascar, chocolate e chocolate intenso e outros sabores de frutas da estação.
Os sorvetes são servidos em potes ou casquinhas. 
Há três tamanhos: 
Pequeno a 3,90 €
Tamanho clássico 4,30 €
Tamanho grande: 5,10 €
As especialidades Bachir: sorvete com 11 sabores, chocolate-creme-xarope, morango-creme-xarope e milkshake.


Caixa de sorvetes de 1 litro com 11 sabores: 25 €
Caixa de sorvetes de 1 litro Achta: 34 €
Caixa de sorvete de 1 litro Fokara Achta: 48 € 
Caixa de sorvete 1 litro - foto: Miriam ATG
Também oferecem café à libanesa, expresso, café com leite, chocolate quente, uma seleção de chás orgânicos, refrigerantes e água mineral.
A marca foi fundada numa aldeia de Bikfaya, nas montanhas libanesas, pelos irmãos Edouard e Maurice, em 1936.
O sucesso foi imediato pelo rico sabor,  sua textura suave e a qualidade dos ingredientes.
Foto do site glacebachir.fr 
Os filhos de Edouard Bachir desenvolveram não somente a tecnologia de processamento, mas aperfeiçoaram o produto e buscando inovar constantemente a criação de novos sabores.   
Em 2016, a marca Bachir comemorou seus 80 anos de existência com 22 lojas e 22 franquias em várias regiões do Líbano.
A nova política da marca é parar de conceder franquias e abrir suas próprias sorveterias, como é o caso dessa nova unidade em Paris, a primeira sorveteria da marca Bachir em território francês.
Foi aberta em janeiro pelas irmãs Marilyne, Caroline e Jessy Bachir que estudaram e se formaram na França.
Jessy e Edouard Bachir - foto: Miriam ATG
Glace Bachir: 58, rue Rambuteau, 3eme arrond.  
Ponto de referência  Centre Georges Pompidou
Horário de funcionamento:
Todos os dias do meio-dia às 22h00

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Madame de Pompadour, a preferida do rei Louis XV

Foto do site http://cristalsevres.com  
Jeanne-Antoinette Poisson (29 de dezembro de 1721 - 15 de abril de 1764),  Marquesa de Pompadour et Duquesa de Menars consagrou sua vida à promoção das Artes.
Supostamente era a filha de Madeleine de la Motte e seu marido François Poisson, condenado pela justiça, fugiu para a Alemanha.
Jeanne-Antoinette recebeu a proteção de Charles François Paul Le Normant, amante da sua mãe, que acabou se tornando um verdadeiro pai para ela. Foi assim que a pequena menina recebeu a melhor educação (equitação, música, canto, literatura clássica, desenho, pintura, dança).
Foto do site http://cristalsevres.com 
Quando tinha somente 15 anos, ela era bela, inteligente e elegante, atraindo os olhares da alta sociedade parisiense, não lhe falando pretendentes. Casou-se com Charles Guillaume Le Normant d'Etoilles, que após quatro anos, teve um casal de filhos. Um filho que nasceu prematuro e não sobreviveu, e a filha Alexandrine que morreu aos 9 anos. Ela nunca conseguiu superar essa perda.
Foi apenas em 1745 que Jeanne conheceu o rei Louis XV. Naquele ano, a jovem foi ao baile real à fantasia em homenagem ao casamento do filho do rei. E foi durante esta celebração que o rei sucumbe aos encantos de Jeanne. Rapidamente ela se mudou para o castelo de Versalhes, nos apartamentos localizados acima das do rei, desta forma, ele podia visitá-la sempre que o desejasse.
Em julho daquele ano, Louis XV oferece à sua protegida o Castelo de Pompadour, na região de Corrèze, concedendo também o título de Marquesa de Pompadour.
A favorita do rei francês Louis XV, amiga fiel e grande conselheira do rei, tornou-se uma das figuras mais importantes do século XVIII, seus conselhos foram decisivos na assinatura do Tratado de Versalhes e da Guerra dos Sete Anos.
Amante das artes e das letras, a Marquesa de Pompadour promoveu o projeto da enciclopédia de Diderot e exerce uma verdadeira filantropia à inúmeros artistas: pintores, escultores, escritores ...
Ela supervisionou a construção de grandes monumentos como a Place de la Concorde, o Petit Trianon e o Hotel d'Evreux (Palais de l'Elysée, atual residência oficial do presidente francês).
Entre suas muitas realizações, a fundação da fabrica de Cristal de Sèvres, originalmente destinada à corte do rei Louis XV, conquista clientes de prestígio em toda a Europa. 
Embora a paixão entre o rei e a marquesa tenha sido grande, a partir do inverno de 1751, o rei cansado desses encontros que se tornaram rotineiros, cessa os encontros amorosos. 
No entanto, Madame de Pompadour continua a ter um papel de confidente e conselheira do monarca. Sua confiança é tão grande que ele chamou o irmão dela, o  Marquês de Marigny, para ser o superintendente das edificações reais.
Em 15 de abril 1764, depois de 20 anos na corte de Louis XV, ela morre aos 42 anos no Castelo de Versalhes: último privilegio, uma vez que era proibido à uma cortesã de morrer no lugar onde reside o rei e sua corte. 
Foto do site http://cristalsevres.com 
Fonte: http://cristalsevres.com/madame-de-pompadour/



Feira Internacional da Agricultura de Paris 2017


A França é a primeira potência agrícola da Europa. 

Um dos primeiros produtores mundiais de cereais, açúcar (de beterraba), produtos lácteos e carne bovina. 

Sem esquecer de dizer que é o primeiro produtor mundial de vinho.

O Concurso Geral Agrícola (CGA) criado em março de 1870, no Palácio da Indústria, na avenida Champs Elysées, reuniam no centro de Paris, animais para abate, aves e produtos lácteos, produtos agrícolas e máquinas agrícolas. Representando a riqueza e a qualidade do patrimônio francês, selecionando e premiando os melhores produtos e vinhos locais (du terroir) e os melhores animais reprodutores. 
Organizado sob controle estatal e seguindo um processo rigoroso de pré-seleções e seleções, o CGA é reconhecido pela sua imparcialidade e o valor de seus resultados. 

Concurso Agrícola de Animais 
Os animais reprodutores foram introduzidos no Concurso Geral Agrícola (CGA) em 1876, que lançou a seleção de raças francesas, tornando-se o ponto alto da Feira Internacional de Agricultura, sendo o maior concurso de animais do mundo, os programas são transmitidos na internet e seguido ao vivo por mais de 27.000 usuários em todo o mundo.


A Feira Internacional da Agricultura de Paris tonou-se o maior evento agrícola francês desde 1909, é uma vitrine exemplar da agricultura, no sentido mais amplo,  que representa as organizações de produtores, e continua a ser mais do que nunca, o principal evento de genética e melhoramento.

Agricultores, produtores, regiões, organizações e sindicatos profissionais, ministérios e organismos públicos ou institutos de pesquisa:  cada um contribui para  apresentar as diferentes facetas do setor, suas profissões, suas evoluções e suas perspectivas. 

Com mais de 1.000 expositores, 1.200 criadores e cerca de 4.000 animais de 350 raças (vacas, touros, cavalos, pôneis, burros,  cabras, ovelhas, carneiros, porcos, cães, gatos,  coelhos, peixes e todos os animais domésticos) oferecendo muitos entretenimentos diários e uma atmosfera festiva, que sempre surpreende pela sua variedade de animais, a diversidade e riqueza das exposições.

Produtos locais
A descoberta culinária é o tema central da feira, onde podemos encontrar as especialidades regionais da França e de outros países nos pavilhões 3, 7.1 e 5.2.

Máquinas agrícolas de ultima geração
Como todos os anos, a feira mostra a inovação das mais recentes máquinas e algumas estarão expostas. Estes materiais de ponta serão expostos ao ar livre.

Atividades para crianças
Excelente estrutura para as crianças com ateliês,  jogos, filmes educativos, degustações, brindes, etc.
Para facilitar a visita de conforto para pequenos e grandes, uma entrada pela Porte B, especialmente dedicada às famílias, cada criança recebe uma mochila contendo um kit para uma visita perfeita: guloseimas, pulseira de identificação, um mapa para identificar os espaços para as crianças e berçários. E durante a visita, áreas para crianças estão prontas para acomodar as famílias que querem fazer uma pausa (Hall 4).
No ano passado cerca de 610 mil pessoas visitaram a feira. 

Datas: 25 de fevereiro a 05 de março 2017

Horário:  9h00 às 19h00

Local: 1, Place de la Porte de Versailles, 15eme. arrond.

Metrô 
Linha 12 Porte de Versailles 
Linha 8 Balard 

Tranway
Linha T2 - parada "Porte de Versailles"
T3 - parada"Porte de Versailles"

Ônibus
Linha 80 - parada  "Porte de Versailles"  
Linha 39 - parada  "Desnouetets" ou Porte d'Issy"

Ingressos 
Tarifa normal: 14 €
Tarifa reduzida: 7 € para crianças de 6 a 12 anos
Gratuito: crianças até 6 anos

Site oficial  https://www.salon-agriculture.com

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Mudança de horario Brasil-França 2017

Galerie Vivianne - foto: Miriam ATG
Até o final desse ultimo final de semana, o fuso horário entre o Brasil e a França era de 3 horas.

Com o final do horário de verão, os brasileiros atrasaram o relógio em 1 hora, aumentando a diferença de fuso horário para 4 horas.

Na noite do dia 25 para o dia 26 de março, é a vez dos franceses avançarem o relógio em 1 hora,  assim a diferença entre os dois países passará a ser de 5 horas. 



sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

A pista de gelo mais alta de Paris

Foto do site figaro.fr 
A partir de hoje, dia 10 de fevereiro, ao dia 05 de março 2017, uma pista de gelo funcionará à 210 metros de altura no 59° andar da Torre Montparnasse.

Além da pista de gelo com 200m2, há duas pistas de curling, um bar de Champagne, venda de chocolates e vinho quente, musica e luzes…

Aberto
De 2a. a 6a.feira: meio-dia as 20h00
Aos sábados e domingos: 10h00 as 20h00

Tarifa com acesso ao conservatório
Adulto: 15 €
Estudantes e jovens 16-20anos: 12 €
Jovens de 7 a 15 anos: 9,50 €
Gratuito para menores de 7 anos

Os patins são emprestados no local

O uso das luvas é obrigatório 

Acesso à Tour Montparnasse: 33, avenue du Maine, 15eme arrond

Metrô
Montparnasse Bienvenue linhas 4, 6, 12 e 13 
Edgar Quinet linha 6 (284m)


Campeonato Mundial de Judo 2017 em Paris


Nos dias 11 e 12 de fevereiro 2017 acontece o Campeonato Mundial de Judo em Paris, no Accor Hotel Arena.

Os ingressos variam entre 29,50 € e 62 €

Horario: 9h00 as 18h00

Local: 8, avenue de Bercy - 75012


Metrô: Bercy linha 6 e 14