domingo, 1 de novembro de 2020

Jardim de Luxembourg



CALENDÁRIO ARQUITETÔNICO

2a. Edição “Vivendo a cidade”
Tema 2 - Jardim histórico: Jardim de Luxembourg
É um dos jardins mais charmoso e agradável de Paris.
Os adultos adoram caminhar, tomar sol, dormir, paquerar, ler, ouvir música, jogar tênis de campo, bridge, xadrez, praticar artes marciais …
Enquanto para as crianças há inúmeros atrativos.
Como pertence ao Senado Francês, fazer piqueniques sobre o gramado é proibido, mas é possível comer sentado nas cadeiras espalhadas.
Também há dois cafés próximos ao coreto, além de chalés que vendem brinquedos e guloseimas.



O nome do palácio e do jardim com 8 hectares construído em 1581, vem do primeiro proprietário François de Luxembourg, um duque, descendente distante do 1° Conde do Grão Ducado de Luxembourg.



Depois do assassinato de rei Henri IV, a viúva Maria de Médicis queria a todo custo deixar o palácio do Louvre, que considerava um local triste e sem charme.
A rainha-mãe se apaixonou pelo palácio e o adquiriu em 1612. Foi a primeira aquisição de uma longa série, e apesar de suas dificuldades financeiras, ela realizou transações complexas até sua partida para o exílio em 1631. Inclusive, adquiriu 16 hectares adicionais para expandir o parque e criar um jardim inspirado nos jardins da sua infância, em Florença. Totalizando 25 hectares.



Durante a Revolução, o palácio se transformou em prisão, depois em prefeitura do Sena (prefeitura do departamento/estado), sede do Senado (Império), foi ocupado pelos alemães durante a 2a. Guerra, atualmente continua sendo ocupado pelo Senado Francês.




Fotos: Miriam Girardot

Nenhum comentário:

Oh Purée ! um pequeno restaurante parisiense de cuisine française

Foto: M. Girardot   Testando um novo restaurante, o @ohpuree_paris no 8, rue de Tournefort, no 5ème arrond., metrô Monge da linha 7. É um re...