quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

A rue de la Huchete em Paris e seus restaurantes gregos


Essa pequena rua estreita situada entre a Boulevard Saint-Michel e a rue du Petit-Pont, foi aberta no início do século 13, e quatro séculos mais tarde já era conhecida pelas suas tavernas e casas de assados. 


A rue de la Huchete já teve moradores ilustres como Napoleão Bonaparte que morou ali de julho à outubro de 1795.

O cantor franco-armeniano, Charles Aznavour morou quando seus pais tinham um restaurante "Le Caucase" no n° 23.

Até o tenista brasileiro Guga se hospedou no Hotel Mont Blanc no n° 28, segundo Mauricio Cardoso (na matéria publicada na Veja  em 11/06/97).

Saibam que antes de se tornar um lugar muito procurado pelos turistas, o bairro sempre foi dos estudantes por causa das escolas localizadas no Quartier Latin, por isso há tantas livrarias, cinemas, cafés e restaurantes.

Essa rua oferece uma vida noturna intensa com bares, o famoso clube de jazz "La Caveau de la Huchette" criado em 1948.


E o Théâtre de La Huchette que apresenta desde 1957 "A Cantora Careca" e "A Lição", de Eugene Ionesco, sucesso absoluto de público, lotando o teatro todas as noites há mais de 50 anos, contabilizando cerca de quase 18 mil apresentações.


E se a rue Sainte-Anne é conhecida como "Little Japan" ou "Little Tokyo", a rue de la Huchette é conhecida como a "Little Greek" por causa dos inúmeros restaurantes gregos que se ali instalaram.



Os restaurantes gregos oferecem pratos fartos como espetos (brochete) de carne de porco, carneiro, frango, salmão e outros frutos do mar, acompanhado por uma batata cozida, arroz e salada. Os preços começam a partir de 15 €. Até dá para dividir o prato em dois se você não come muito.


No cardápio também tem pratos típicos gregos como a moussaka, dolmades, tzatziki, saladas gregas, etc.


Os famosos "gyros", que são sanduíches feitos com pão (pita) recheado de carne no espeto assada verticalmente (chamamos de churrasco grego no Brasil), tomate, cebola e um molho grego (à base de iogurte e  pepino) e batata frita. A partir de 5 €.
  

Mas se você são é muito fã de comida grega há restaurantes de comida francesa, italiana, asiática, além das sorveterias Amorino e Häagen Dazs e uma padaria (boulangerie).


Aproveitando o grande fluxo de turistas, abriram-se algumas lojas de souvenir.

Fotos: Miriam T. Girardot

Nenhum comentário:

Exposição NAPOLEÃO - 200 anos da morte de Napoleão

Foto: Miriam Girardot Por mais admirado e polêmico, Napoleão Bonaparte é uma figura complexa cuja vida oscila entre heroísmo e tragédia, vit...