quinta-feira, 7 de novembro de 2013

A Conciergerie


Foto: Miriam T. Girardot 

É o vestígio principal do antigo Palácio da Cidade, que foi residência e sede do poder real francês do século X ao século XIV e que se estendia sobre o local em que hoje está o Palácio de Justiça de Paris. Atualmente, o edifício estende-se pelo Cais do Relógio (Quai de l'Horloge) sobre a Ilha de la Cité (Ile de la Cité), no 1º arrondissement de Paris. Foi convertido em prisão do Estado em 1392, após o abandono do palácio por Carlos V e seus sucessores.
A prisão ocupava o andar térreo do prédio, beirando o Cais do Relógio (Quai de l'Horloge) e as duas torres ; o andar superior era reservado ao Parlamento. A prisão da Conciergerie era considerada como a antessala da morte, durante a época do Terror (Revolução Francesa). Poucos dela saíam livres. A Rainha Maria Antonieta foi aprisionada na Conciergerie em 1793, saindo daí para morrer na guilhotina.
A Conciergerie designava a princípio o alojamento do "concierge" (zelador ou porteiro) e depois, por extensão, a prisão onde este mantinha seus prisioneiros. O concierge era o responsável por um edifício importante como, por exemplo, um castelo ou palácio.


A Conciergerie, que se encontra no Cais do Relógio (Quais de l'Horloge) que justamente leva esse nome porque ali na esquina se encontra a Torre do Relógio, o primeiro relógio público de Paris que data de 1.370, construído por Henri de Vic.

Nenhum comentário:

Oh Purée ! um pequeno restaurante parisiense de cuisine française

Foto: M. Girardot   Testando um novo restaurante, o @ohpuree_paris no 8, rue de Tournefort, no 5ème arrond., metrô Monge da linha 7. É um re...