Sempre tive uma grande paixão pelas viagens, em descobrir lugares novos, pessoas e costumes diferentes…


Ao longo dos últimos vinte anos viajei pelos cinco continentes, totalizando 35 países.


Foi viajando que encontrei a minha vocação. Me tornei guia de turismo no Rio de Janeiro, onde estudei e obtive a credencial nas categorias: regional, nacional e internacional pela Embratur.


Em 2000, me casei e acabei fixando residência em Paris. Aqui fiz vários cursos como História da Arte na Escola do Louvre, História da Arte Renascentista na Escola Superior de Artes Aplicadas Duperré, além de outros cursos livres sobre o patrimônio artístico de Paris: arquitetura, pintura, escultura, jardins, etc.


Sou oficialmente Guia de Turismo em Paris com carteira profissional emitida pelo Ministério do Turismo e da Cultura da França.


Assim com o olhar de uma viajante e de uma profissional da área, tenho oferecido meus serviços de acompanhamento, organização e consultoria para turistas brasileiros em Paris.


Bienvenue à Paris !


Miriam Tanno Girardot


quarta-feira, 29 de junho de 2016

Le Tour de France nas lentes de Sebastião Salgado em Paris

Foto do site da Galeria Polka 
Desde o início de sua carreira como fotógrafo, Sebastião Salgado sempre viajou pelo mundo para documentar os homens, seu trabalho e o planeta Terra. 
Em 1985, ele aceitou o pedido de uma matéria do jornal "Libération",  embora já houvesse começado a série "The Hand of Man - A mão do homem"".
Foi contratado pelo jornal para cobrir o Tour de France, ao lado dos ciclistas, assim como dos espectadores. 
Nesta série incomum, o fotógrafo não poderia negligenciar sua obsessão pelo homem e seu ambiente. "Eu já amava a França e após acompanhar o Tour de France, passei a amar ainda mais, " diz Sebastião Salgado. 
Foi assim que a parir de 04 ao 27 de julho 1986, o fotógrafo brasileiro seguiu cada etapa da competição, parando em cada vilarejo. 
Acompanhado pelos jornalistas Pierre Briançon, Gilles Millet e Jean Hatzfeld,que se surpreenderam com a sinceridade de olhar fotográfico de Salgado. 
Foto do site da Galeria Polka 
As imagens de Salgado retratavam a França e seu povo. "Eu descobri um país dezesseis vezes menor do que o meu e talvez dezesseis vezes mais diversificado". 
Às vezes Salgado partia bem antes da corrida começar para "ver" as pessoas. Ele se familiarizava com a França, escutava os seus sotaques locais, fotografava os rostos dos locais, tornando-se mais interessado na "França da beira de estrada" que dos campeões do campeonato.
Foto do site da Galeria Polka 
Serão apresentadas 18 fotografias na Galeria Polka, do dia 02 ao 30 de julho 2016  
12, rue Saint Gilles, no 3eme. arrond.
De 3a.feira à sábado das 11h00 às 19h30
Entrada gratuita 

Nenhum comentário: