Sempre tive uma grande paixão pelas viagens, em descobrir lugares novos, pessoas e costumes diferentes…


Ao longo dos últimos vinte anos viajei pelos cinco continentes, totalizando 35 países.


Foi viajando que encontrei a minha vocação. Me tornei guia de turismo no Rio de Janeiro, onde estudei e obtive a credencial nas categorias: regional, nacional e internacional pela Embratur.


Em 2000, me casei e acabei fixando residência em Paris. Aqui fiz vários cursos como História da Arte na Escola do Louvre, História da Arte Renascentista na Escola Superior de Artes Aplicadas Duperré, além de outros cursos livres sobre o patrimônio artístico de Paris: arquitetura, pintura, escultura, jardins, etc.


Sou oficialmente Guia de Turismo em Paris com carteira profissional emitida pelo Ministério do Turismo e da Cultura da França.


Assim com o olhar de uma viajante e de uma profissional da área, tenho oferecido meus serviços de acompanhamento, organização e consultoria para turistas brasileiros em Paris.


Bienvenue à Paris !


Miriam Tanno Girardot


segunda-feira, 29 de junho de 2015

Um jardim escondido no Marais, em Paris

Foto: Miriam ATG 
Passando pela rue des Rosiers, uma rua de comércio, no bairro do Marais, ninguém pode imaginar que no n° 10, encontra-se um jardim escondido, de uma tranqüilidade absoluta…
Foto: Miriam ATG
O Jardin des Rosiers - Joseph-Migneret, criado em 2007 e concluído em 2014, possui 2.135m2, um terreno que resulta da reunião dos jardins dos hotéis particulares (palacios urbanos) como o Hôtel de Coulanges (atual Maison de l'Europe de Paris), Hôtel Barbes e Hôtel d'Albret.
O jardim é dividido em várias partes. 
O primeiro, atrás do Hôtel d'Albret, oferece um jardim com bancos de madeira, plantas cultivadas em espaldeiras e fragmentos de umas das 77 torres da muralha que protegia Paris, construída pelo rei Philipe-Auguste, no século XIII, e que foi completamente restaurada em 2014.
Foto: Miriam ATG
O segundo jardim, atrás do Hôtel Barbes, possui uma grande figueira e uma castanheira, é o mais pequeno, na verdade, uma pequena passagem que leva ao terceiro jardim.
Esse jardim retangular, que tem entrada pela Maison de l'Europe de Paris, possui um gramado onde se espalham alguns brinquedos para crianças, com quatro arvores Bétula (bouleaux), cana-do-reino (canne de Provence) e outras plantas nas laterais, com algumas cadeiras de madeira.
Foto: Miriam ATG
Aqui também podemos ver um chaminé de 35 m de altura, da "Societé des Cendres, uma antiga empresa do século XIX, criada para tratar as aparas, limalhas e fragmentos à fim de extrair ouro e prata.
Foto: Miriam ATG 
Foto: Miriam ATG
O nome do jardim é em homenagem à Joseph Migneret (1888-1949), diretor da escola vizinha "École élémentaire des Hospitalières-Saint-Gervais", que fazia parte da Résistance, fabricou falsos documentos, salvando muitas crianças judias de serem deportadas…
Foto: Miriam ATG 
Foto: Miriam ATG 
Há duas entradas para esse jardim tranqüilo, pela rue des Rosiers, n° 10 e pela Maison de l'Europe de Paris, na rue des Francs-Bourgeois, n° 35-37. 
A estação de metrô mais próxima é o Saint-Paul.

Abertura do jardim:
Durante a semana - 8:00
Nos finais de semana e feriados - 9:00

Fechamento:
Horário de inverno até o final de fevereiro - 17:15
Mês de março - 18:00
1° de abril à 30 setembro - 19:00
1° de outubro ao horário de inverno - 18:00





quinta-feira, 25 de junho de 2015

Um bilhete corta-fila para a Torre Eiffel, vale a pena ?


Eu já havia postado sobre passes turísticos , mas agora surgiu uma novidade que talvez interesse os turistas.

É o Paris City Pass que antes oferecia passes de 3 a 5 dias, agora também oferece o passe de 1 dia. 

O Passe de 1 dia inclui os seguintes passeios:

- excursão no Big Bus que você pode subir e descer para visitar os principais monumentos válido durante um dia na data da sua escolha;

- passeio de barco com duração de 1 hora pela companhia Bateaux Parisiens, na data da sua escolha; 

- Opção de incluir a Torre Eiffel, pagando-se mais 15 €. Funciona como um corta-fila até 2° andar entre as 10:30 e 16:30. 
Se quiser subir até o topo você compra o complemento até o topo, pagando a diferença de 6,50 €.

O passe de 1 dia custa 34 € aos adultos e 22 € para criança 

Com o opcional da Torre Eiffel 49 € para adultos e 37 €

A opção da Torre Eiffel até o 2° andar pode ser adquirida na compra de um Paris City Pass de 1 a 5 dias.

O Paris City Pass não se aplica:
- às crianças com menos de 4 anos que possuem gratuidade nos transportes públicos, museus e passeios de barcos porque ficam no colo e não ocupam espaço;
- aos jovens de 12 a 18 anos que não fazem parte da Comunidade Européia;
- aos jovens de 12 a 26 anos que fazem parte da Comunidade Européia.

* A maioria dos museus e monumentos são gratuitos para essas faixas etárias. Nesse caso, os seguintes produtos devem ser comprados separadamente: Paris Visite, Bateaux Parisiens e Big Bus.

O passeio de ônibus Big Bus Paris de 1 dia custa 30 €, comprando on line custa 27 €.

O passeio de barco com a companhia Bateaux Parisiens com duração de uma hora custa 14 €.

Agora devemos analisar se vale a pena mesmo comprar esse passe turístico com a opção de subir até o 2° andar da Torre Eiffel.

A opção de ter acesso até o 2° andar sem fazer fila para comprar o bilhete custa sozinho 15 €.

E tem horários específicos para usar entre 10:30 e 16:30. Sendo que a visita começa às 9:00 e se encerra às 00:45 (no verão).  
Lembrando que no período de maio à agosto, o pôr do sol é a partir das 22h00, você terá que ficar muito tempo para ver Paris iluminada do topo. E fora esse período que o dia é mais longo, o limite para entrar às 16:30 é bom para os períodos de outono e inverno quando escurece mais cedo.

Saiba que a visita da Torre Eiffel até o topo custa 15,50 €.

E que a fila que você evitou para comprar o bilhete no pé da torre, você irá enfrentá-la no 1° andar para comprar o bilhete (6,50 €) complementar até o topo. 

No final, você pagará 21,50 € para visitar a Torre Eiffel.

Eu sinceramente não acredito muito nessa opção corta-fila, pois a fila para comprar o complemento no 1° andar é longa também, depois tem que fazer fila para subir até o topo…

O melhor ainda é conseguir comprar o bilhete on line, mas nem sempre disponível.



quarta-feira, 24 de junho de 2015

Na beira do Sena em Paris





Nos últimos anos todo o longo do Sena passou a ser muito freqüentado pelos parisienses e turistas, principalmente na margem esquerda, sendo algumas delas com muita animação, bares, restaurantes e peniches-restaurantes, a maioria funcionando apenas nesse período de maio à setembro, quando o clima nos convida a desfrutar da cidade ao ar livre.
A margem direita do Sena, a partir de 20 de julho até o dia 16 agosto, é fechada a circulação de veículos entre e, para a instalação da Praia de Paris - Paris Plage.

Nos dois lados da ponte Simone de Beauvoir, há vários bares com terraços e seus bares e restaurantes.
Foto: Miriam ATG 
O Quai de Saint-Bernard, próximo  ao Instituo do Mundo Arabe e do Jardin des Plantes, no final de 1970 passou a ser museu ao ar livre abrigando cerca de 30 esculturas contemporâneas de diferentes artistas (César Baldaccini, Constatin Brancusi, Alexander Archipenko, Ossip Zadkine, Émile Gilioli,Jean Arp, entre outros), além do belo jardim com cerejeiras, magnólias, plátanos, chorões, pinheiros… 
No local existe quatro anfiteatros ao ar livre, que se transformam numa pista de dança nos meses de maio a setembro.
Foto: Miriam ATG 

Se dez anos atrás esses bailes espontâneos eram improvisados, atualmente existe a associação "Paris Danse en Seine"  que programa e organiza os bailes durante todo o verão. 
Alguns trazem aparelhos de som ou a presença de músicos é muito comum também.
Também tem o grupo de Salsa &Musiques Latines que utiliza um dos anfiteatros.
Durante a semana a partir das 19:00 e nos finais de semana às 17:00, o ritmo variado e animado - folclórico (danças célticas), latinas (samba, capoeira, salsa, tango) e americanas (rock, swing), se faz presente para a alegria das pessoas que amam dançar.
Algo muito comum é fazer piqueniques em Paris, nos muitos parques e na beira do rio Sena, aqui todo mundo é feliz sem medo de ser chamado de farofeiro…
Foto: Miriam ATG 

Outro point branché (na moda) é Port Solférino, Port des Invalides e Port du Grou Caillou, que alias, eu ja postei sobre esse lugar A margem esquerda do Sena.
Essa parte foi aberta há mais ou menos 18 meses e visitada por mais de 4 milhões de pessoas.
Foi criado um espaço para quem gosta de correr, andar de bicicleta, fazer aula de pilates, yoga, piquenique, brincar, azarar ou ir com as crianças…
As atividades são gratuitas, para algumas bastando se inscrever no site
http://lesberges.paris.fr
Foto: Miriam ATG 


Para esse verão foram instalados dois barcos-bar-resturante, como o Bistrot Alexandre III e o Rosa Bonheur Sur Seine.
Foto: Miriam ATG 

Foto: Miriam ATG





segunda-feira, 22 de junho de 2015

Liquidação de Verão 2015 em Paris




Começa mais uma liquidação de verão - les soldes d'été - no dia 24 de junho, quarta-feira, às 8:00 da manhã. 

Serão 6 semanas de liquidação, terminando no dia 04 de agosto.
Aconselho a fazerem compras nos primeiros dias de liquidação quando você tem mais chances de encontrar o seu tamanho e o modelo que deseja. 

Como já havia dito em posts anteriores sobre as liquidações:

Atenção às mensagens nas lojas de que não aceitam trocar ou a devolução do produto. 

A lei diz que o cliente tem o direito de trocar ou ser reembolsado se descobrir que o produto adquirido possuir um defeito de fabricação.

Boas compras !



terça-feira, 16 de junho de 2015

Festa da Musica em Paris


Essa 34a. Festa da Música - Fête de la Musique - que acontece sempre na mesma data, no dia 21 de junho, a noite do solstício de verão, vai homenagear os valores da abertura às diferentes culturas, bem como a partilha e encontro com o tema "Viva juntos a música."

Esse é um evento participativo, festivo e coletivo: feito pelo público para o público. 

Assim, como todos os anos desde 1982, no dia 21 de junho, todos estão convidados para tocar e ouvir música em espaços públicos, para viver um momento de partilha nos concertos de amadores ou de profissionais.  

Desde o início, essa festa foi um sucesso, tanto que mais de 120 países e 700 cidades em todo o mundo celebram a Festa da Música, transformando em um evento internacional. 

Em 2014, 17.000 concertos reuniram mais de 10 milhões de pessoas na França. 

Todos os concertos são gratuitos para o público 


Um bilhete especial para o transporte público será colocado à venda que permite o uso ilimitado a partir das 17:00 do transporte público (metrô, RER, ônibus, tranway…), com exceção do Orlyval, por apenas 3,50 €.

As linhas de metrô 1, 2, 4, 6, 9 e 14 circularão a noite toda.

A linhas de trem RER: A, B, C, D, H, J, L, N e P funcionarão toda a noite. 

A linha T4 do Tranway funcionará entre Bondy e Aulnay-sous-Bois.


quinta-feira, 11 de junho de 2015

Para diabéticos em Paris

Na França há 3 milhões de diabéticos, e apesar de encontrarmos facilmente produtos dietéticos e lights nos supermercados normais e nas lojas de produtos orgânicos (Nauralia, Biocoop, Bio c'Bon…) há pouquíssimas patissseries na capital francesa que oferecem doces para os diabéticos e idem aos alérgicos ao glúten.
Assim como são poucos os cafés e restaurantes que servem adoçante (édulcorant). 
Morando aqui  há 15 anos, percebo que existe uma resistência local no uso de adoçantes. Cada vez que eu colocava um adoçante no café, alguém me dizia "é melhor tomar sem açúcar do que com esse adoçante que faz mal à saúde".

A revista Elle n° 3622 de 29/05/2015 na matéria Vive la Pâtisserie Light ! - Viva os doces lights ! - anuncia três endereços em Paris:

- Eugène se lança como a primeira boulangerie-pâtisserie-chocolaterie (padaria-confeitaria-chocolateria) em Paris adaptada aos diabéticos.

Os proprietários Christophe Touchet, 53 anos, diabético e Luc Baudin, 26 anos, chef pâtissier, associados à um nutricionista e um médico biologista, oferecem doces com  menos açúcar possível.

Diminuindo a quantidade de açúcar e aumentando as fibras solúveis, banindo o açúcar, os  adoçantes, a stévia e as farinhas refinadas. A gordura animal é substituída pela gordura vegetal.  
Utilizando as matérias primas da patisserie tradicional, da farinha T80 moída à pedra, farinha de lentilha, de grão de bico, de farelo de aveia, da frutose, do xarope de agave, xaropes naturais, chá verde, canela e abacate.

Mas alguns doces é impossível serem confeccionados  sem açúcar, como é o caso do tradicional "macaron".

E sem gordura animal, quer dizer, sem manteiga, impossível de fazer massa folhada, pas de millefeuille.

Endereços:
28, rue des Lombards - 75004
Metrô: Rambuteau  linha 11
Tel: 01 71 19 54 52
Aberto de 3a.feira a domingo das 7h30 às 21h00

11, rue Guillaume-Tell, no 17° arrond.
Metrô: Porte de Champerret
Telefone: 01 42 27 65 24. Aberto das 7:30 às 20:00.
Fecha aos domingos à tarde e às 2as.feiras.

Eu queria buscar mais informações no site, mas no momento não está disponível.
No Facebook confiram !


- Chloé.S: essa chef pâtissier Chloé Saada, também diabética, faz deliciosos bolos e cupckaes com decorações anos 50.
À base de produtos orgânicos, dito aqui "bio" (diminutivo de biológico), de maneira artesanal e sem conservantes.

Propõe também uma linha de doces sem açúcar, com xarope de agave para os diabéticos e também uma linha sem glúten.

Além dos cupcakes e bolos, funciona como salão de chá para brunch e almoços (somente com reserva), vende materiais para cupcakes e ateliês de cupcakes.

Endereço: 40, rue Jean-Baptiste Pigalle, no 9° arrond.
Metrô:  Pigalle linhas 2 e 12 ou Saint-Georges linha 12
Aberto de 3a.feira à sábado das 11:00 às 19:30
Aos domingos das 11:00 às 18:00
Tel. 01 48 78 12 65

Chloé possui um blog, além do site !


- Hôtel Plaza Athénée, onde os chefs Christophe Michalak e Jean-Marie Hiblot propõem sobremesas na versão mais light, reduziram entre 20 à 25% o açúcar e as gorduras.

Endereço: 25, avenue Montaigne, no chiquérrimo 8° arrond.
Metrô: Alma Marceau ou Franklin D. Roosevelt linha 9 
Tel. 01 53 67 66 65

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Carnaval Brésilien à Paris


A Associação Couleurs Brazil organiza pela terceira vez, um carnaval tipicamente brasileiro no 20eme arrondissement de Paris, partindo da rue du Borrégo, no dia 14 de junho, a partir das 14:00.

O carnaval abre a "Semana Village Borrégo" com uma programação cheia de espetáculos, shows, exposições, ateliês para crianças durante uma semana, do dia 14 ao dia 20 de junho.  

Essa associação foi criada em 2003, por Maria Gonçalves de Barros, que reúne artistas amadores e profissionais interessados na cultura brasileira,especialmente a arte da dança, música e capoeira.
Também oferece oficinas para confecçao de trajes, espetáculos de final de ano.


Endereço: 20, rue de Borrégo - 75020


segunda-feira, 8 de junho de 2015

Começa o Show Aéreo de Paris


A Feira Internacional da Aeronáutica e do Espaço de Paris - Le Bourget, também conhecido como Paris Air Show - Show Aéreo de Paris, e aqui como o Salão do Bourget (porque acontece no primeiro aeroporto civil de Paris, o Le Bourget), é uma das feiras mais importantes da indústria da aviação. 
O objetivo principal do Show Aéreo de Paris é apresentar aeronaves civis e militares para seus potenciais consumidores.
Muitos contratos são assinados durante o evento, da qual participam todos os principais fabricantes, assim como as  Forças Armadas de diversos países.
Cerca de 120 aeronaves civis e militares, entre as mais inovadoras e as mais espetaculares do mundo são exibidas, sendo que uma parte delas farão vôos durante a feira.  
Essa feira acontece a cada dois anos, a 51a. começa no dia 15 de junho, no Parc des Expositions Paris - Le Bourget - atual Museu do Ar e do Espaço.
A feira é aberta exclusivamente aos visitantes profissionais nos dias 15, 16, 17 e 18 de junho, das 8:30 às 18:00. 
E para o público em geral nos dias 19, 20 e 21 de junho, das 8:30 às 18:00. 
Acesso: RER B - Estação "Le Bourget" - haverá um ônibus gratuito SIAE até o local da feira

terça-feira, 2 de junho de 2015

Dia 05 de junho: "Les Nuits de Paris"


O que fazer em Paris - Que faire à Paris - é um website da cidade de Paris, que organiza no dia 05 de junho, sexta-feira, a partir das 20:00, o evento "Les Nuits de Paris - As Noites de Paris ", com o objetivo de valorizar a noite parisiense na sua diversidade. 
Todos são convidados à partilhar as suas fotos e seus lugares preferidos nas redes sociais através de hashtag Lesnuitsparis.
O evento não é apenas virtual, um encontro está marcado na Place de la Republique às 20:00, em torno de food trucks e uma obra de arte efêmera, onde as pessoas poderão imprimir as imagens compartilhadas nas redes sociais.
Para participar deste evento:
• registrar o seu evento (concerto, caminhadas, passeios pedestres, à noite ...) em www.quefaire.paris
• o hashtag Lesnuitsparis para associar seu evento nas redes sociais
Seu evento poderá se beneficiar de uma publicação prévia no website e a página lesnuits.paris
Você receberá objetos luminosos e crachás que você distribuirá à sua comunidade, na noite de 5 de junho !