quarta-feira, 5 de junho de 2013

Centro Georges Pompidou - Centro Nacional de Arte e Cultura



É um complexo fundado em 1977 em Paris, França, que abriga museu, biblioteca, teatros, entre outros espaços culturais. O centro anexou recentemente o Atelier Brancusi que abriga esculturas do artista romeno Constantin Brancusi em um ambiente que recria as condições de trabalho e a luminosidade de seu estúdio de criação.
Foi desenhado pelo arquiteto italiano Renzo Piano e pelo arquiteto britânico (também nascido na Itália) Richard Rogers. O projeto foi considerado extremamente arrojado, sendo inserido em um momento de crise da arquitetura moderna, embora tenha sido bastante criticado. Alguns teóricos afirmam que o Centro (tanto pela sua arquitetura quanto pela sua proposta) é um dos marcos do início da pós-modernidade nas artes. Sua implantação configura a existência de um espaço público (a praça do Centro) para o qual as suas atividades internas se estendem.
Trata-se de um dos principais exemplos da arquitetura high-tech - uma tendência dos anos 1970 e que continua a ser observada até hoje, inspirada na arquitetura industrial e nas novas tecnologias. A arquitetura high tech utiliza os elementos tecnológicos como objetos estéticos. No Centro Pompidou, isto pode ser observado nas grandes tubulações aparentes (condutores de ar condicionado e outros serviços), nas escadas rolantes externas e no sistema estrutural em aço.
O Centro Pompidou está localizado na área de Beaubourg do 4° arrondissement de Paris.
Fotos: Miriam T. Girardot 
A Fonte Stravinsky ou Fonte PLC (do inglês Power Line Communication, aproximadamente "comunicações através de linha de força"- é a tecnologia que utiliza uma das redes mais utilizadas em todo o mundo: a rede de energia eléctrica) em homenagem ao compositor russo Igor Stravinsky encontra-se na Praça que leva o seu nome. Ele provocou um escândalo após sua primeira apresentação da "Sagração da Primavera" com ritmos vanguardistas e coreografias provocantes para a época, no Teatro de Champs Elysées, em 29 maio de 1913.
Ela é composta por 16 esculturas realizadas por Niki de Saint Phalle e Jean Tinguely (parceiros na arte e na vida), em 1983. Cada elemento faz referência a uma ou à outra partição de Stravinsky: a clave de sol, o rouxinol, o pássaro de fogo, o elefante que se faz de palhaço ao saudar com a sua trompa, a serpente que cola no espiral coração vermelho do amor que circulou ...
Este é uma obra de arte projetada para um espaço público e é uma obra em movimento. As esculturas são todas mecanizadas, preto ou coloridas e são impulsionados por jatos de água.


Nenhum comentário:

Oh Purée ! um pequeno restaurante parisiense de cuisine française

Foto: M. Girardot   Testando um novo restaurante, o @ohpuree_paris no 8, rue de Tournefort, no 5ème arrond., metrô Monge da linha 7. É um re...