Sempre tive uma grande paixão pelas viagens, em descobrir lugares novos, pessoas e costumes diferentes…


Ao longo dos últimos vinte anos viajei pelos cinco continentes, totalizando 35 países.


Foi viajando que encontrei a minha vocação. Me tornei guia de turismo no Rio de Janeiro, onde estudei e obtive a credencial nas categorias: regional, nacional e internacional pela Embratur.


Em 2000, me casei e acabei fixando residência em Paris. Aqui fiz vários cursos como História da Arte na Escola do Louvre, História da Arte Renascentista na Escola Superior de Artes Aplicadas Duperré, além de outros cursos livres sobre o patrimônio artístico de Paris: arquitetura, pintura, escultura, jardins, etc.


Sou oficialmente Guia de Turismo em Paris com carteira profissional emitida pelo Ministério do Turismo e da Cultura da França.


Assim com o olhar de uma viajante e de uma profissional da área, tenho oferecido meus serviços de acompanhamento, organização e consultoria para turistas brasileiros em Paris.


Bienvenue à Paris !


Miriam Tanno Girardot


domingo, 13 de novembro de 2016

Fonte Wallace em Paris

Foto: Miriam ATG
  • As fontes Wallace levam o nome do seu doador, Sir Richard Wallace (1818-1890), nascido em Londres, que passou grande parte da sua vida em Paris. 

  • Após herdar uma grande fortuna, doou 50 fontes de água potável aos parisienses. Pois durante a guerra de 1870, quando Napoleão declarou guerra contra a Prússia, Paris passou por tempos difíceis. A restauração da República, o episódio da Comuna de Paris, a esmagadora derrota que deixa a Alsácia e Lorena ao inimigo, o bombardeio dos prussianos que destruiu muitos aquedutos, e os preços da água, já elevado, subiu ainda mais, impedindo a população mais pobre de ter acesso à água. 
  •  
  • Assim, Richard Wallace, um filantropo discreto e eclético, que através das fontes, atingiu seu objetivo: ajudando de forma eficaz os necessitados e embelezando a cidade ao mesmo tempo.

  • A primeira Fonte Wallace instalada em 1872, no Boulevard de la Villette, fez um enorme sucesso, tanto que Paris encomendou mais 30 fontes. 
  • As fontes equipadas com copos de estanho presos com uma corrente à fonte, foram retirados em 1952 por uma questão de higiene. 
  • As "fontaines Wallace" se tornaram símbolos do patrimônio histórico e urbano de Paris.

  • Atualmente existem 119 fontes Wallace espalhadas pela cidade. 

  • A maioria das fontes são verdes, mas existem 5 fontes coloridas:

  • - Esplanada Pierre-Vidal-Naquet na cor amarela;
  • - Avenue d'Ivry em vermelho;
  • - Rue Jean-Anouilh em rosa;
  • - Place Pierre-Riboulet em azul;
  • - Parc des Expositions Porte de Versailles em vermelho.
Foto: Miriam ATG
Foto: Miriam ATG
Estilo mural no Jardim Botânico do Rio
Foto: Miriam ATG 
Foo: Miriam ATG 


Nenhum comentário: