Sempre tive uma grande paixão pelas viagens, em descobrir lugares novos, pessoas e costumes diferentes…


Ao longo dos últimos vinte anos viajei pelos cinco continentes, totalizando 35 países.


Foi viajando que encontrei a minha vocação. Me tornei guia de turismo no Rio de Janeiro, onde estudei e obtive a credencial nas categorias: regional, nacional e internacional pela Embratur.


Em 2000, me casei e acabei fixando residência em Paris. Aqui fiz vários cursos como História da Arte na Escola do Louvre, História da Arte Renascentista na Escola Superior de Artes Aplicadas Duperré, além de outros cursos livres sobre o patrimônio artístico de Paris: arquitetura, pintura, escultura, jardins, etc.


Sou oficialmente Guia de Turismo em Paris com carteira profissional emitida pelo Ministério do Turismo e da Cultura da França.


Assim com o olhar de uma viajante e de uma profissional da área, tenho oferecido meus serviços de acompanhamento, organização e consultoria para turistas brasileiros em Paris.


Bienvenue à Paris !


Miriam Tanno Girardot


sábado, 23 de maio de 2015

Uma creperia japonesa em Paris

Foto: Miriam ATG 

O crepe é uma especialidade típica da região da Bretagne, no Noroeste da França, mas muito popular em todas as regiões, assim como no mundo todo.
Somente na França existem mais de 4mil creperias. 

Uma creperia no melhor estilo "kawai" foi aberta no bairro do Marais, em 2011, toda a decoração é rosa, parece uma casa de bonecas.

Foi fundada por uma japonesa, que ousou abrir no país que inventou o crepe, uma creperia no estilo japonês.  

Oferece crepes doces e salgados, os recheios são vários: frutas, chantilly, nutella, cheesecake, sorvete, matcha, atum, mussarela, etc.

O atendimento é feito por japonesas simpáticas, vestidas de rosa e babados da cabeça aos pés, que parecem terem saltado dos mangas.

O interessante é que a Princess Crepe se tornou o ponto de encontro das lolitas francesas inspiradas nas lolitas de Tokyo, para ser mais precisa, de Harajuku.

E também dos franceses saudosos do Japão. 

Sempre costumo dizer que os japoneses têm a mania (talento) de tudo transformar (refinar) as coisas já inventadas, até o crepe eles conseguiram sofisticar. 

Como a grande maioria dos restaurantes no Japão, a creperia expõe falsos crepes na vitrine, que são servidos em forma de cone:
Foto: Miriam ATG

Os crepes são deliciosos, custam entre 3,50 € e 6 €.

Não aceitam cartão de crédito.

Princess Crepe
3, rue des Ecouffes 
Metrô Saint-Paul ou Hôtel de Ville
Aberto das 13:00 às 19:00

Um comentário:

Anônimo disse...

Miriam,

Fiquei com água na boca, e também impressionado com a diversidade de opções gastronômicas japonesas que Paris oferece, conforme pude comprovar nos passeios que fizemos. Interessante o fato de que são muito fiéis às origens, levando-nos a "viajar" ao Japão sem sair das margens do Sena!

Grande abraço!

Miguel
Rio de Janeiro