Sempre tive uma grande paixão pelas viagens, em descobrir lugares novos, pessoas e costumes diferentes…


Ao longo dos últimos vinte anos viajei pelos cinco continentes, totalizando 35 países.


Foi viajando que encontrei a minha vocação. Me tornei guia de turismo no Rio de Janeiro, onde estudei e obtive a credencial nas categorias: regional, nacional e internacional pela Embratur.


Em 2000, me casei e acabei fixando residência em Paris. Aqui fiz vários cursos como História da Arte na Escola do Louvre, História da Arte Renascentista na Escola Superior de Artes Aplicadas Duperré, além de outros cursos livres sobre o patrimônio artístico de Paris: arquitetura, pintura, escultura, jardins, etc.


Sou oficialmente Guia de Turismo em Paris com carteira profissional emitida pelo Ministério do Turismo e da Cultura da França.


Assim com o olhar de uma viajante e de uma profissional da área, tenho oferecido meus serviços de acompanhamento, organização e consultoria para turistas brasileiros em Paris.


Bienvenue à Paris !


Miriam Tanno Girardot


domingo, 1 de março de 2015

Museu de Artes e Oficios de Paris

Foto: Miriam ATG 

O Museu de Artes e Ofícios - Musée des Arts et Métiers - foi fundado em 1794, instalado na abadia de Saint-Martin-des-Champs. Mas foi somente em maio de 1802, que as suas portas foram abertas ao público com o objetivo de mostrar o funcionamento das máquinas. 

Igreja do convento transformada em museu
Foto: Miriam ATG
A criação de um laboratório experimental de mecânica em meados de 1850, a instalação de uma "sala de máquinas em movimento", na antiga igreja do convento e do desenvolvimento de disciplinas de ensino técnico dão à instituição a ocasião de ampliar o campo das suas coleções. 
Os instrumentos de medidas, cada vez mais precisos, serão adicionados modelos que ilustram o aperfeiçoamento industriail (papelaria, têxteis, artes do fogo, engenharia civil, impressão, fotografia, cinematografia, telegrafia, radiodifusão, de energia elétrica, ferrovias, aeronáutica…
A exposição permanente do museu é dividida em sete coleções temáticas, que permite apreciar a riqueza das coleções numa perspectiva cronológica (antes de 1750; 1750-1850; 1850-1950; a partir de 1950) : 
- instrumentos científicos
- materiais
- construção
- comunicações
- energia 
- mecânica 
- transporte  
Destacando alguns setores técnicos e revelando a revolução científica e filosófica do Iluminismo, a Revolução Industrial e do desenvolvimento de alguns setores chaves. 

Foto: Miriam ATG

As coleções de grande riqueza, algumas delas nos evocam a perfeição de grandes experiências científicas, como o Pêndulo de Foucault, os gasômetros do laboratório de Lavoisier, as máquinas de Blaise Pascal, os relógios de precisão de Ferdinand Berthoud, os instrumentos utilizados por Léon Foucault para medir a velocidade da luz, objetos que ilustram a evolução da robótica.
Outros citam a perfeição técnica ou ilustram a revolução industrial (modelos de locomotivas de Stephenson de martelo ou de aço).
Pêndulo de Foucault que prova a rotação da terra 

O museu passou por uma grande renovação a partir de 1992, tendo sido reaberto em 2000.
Atualmente apenas 2.500 objetos são apresentados, apesar da coleção total ser de 80.000 peças e 15.000 desenhos.
Além da coleção permanente, o museu apresenta exposições temporárias, visitas guiadas, conferências e debates, ateliês, cursos…
Musée des Artes et Métiers: 60, rue Réaumur - perto de République
Funciona de 3a. a domingo, das 10h00 às 18h00
Nas 5as.feiras visita noturna até às 21h30
Fechado nas 2as.feiras, no dia 1° de maio e 25 de dezembro
Tarifas: 
Exposição permanente - 6,50 
Exposição temporária - 5,50 € 
Exposição permanente e temporária - 7,50 € 
Gratuito todo primeiro domingo de cada mês e a visita noturna das 5as.feiras
Metrô: Art et Métiers 
Veja o mapa

Nenhum comentário: