Sempre tive uma grande paixão pelas viagens, em descobrir lugares novos, pessoas e costumes diferentes…


Ao longo dos últimos vinte anos viajei pelos cinco continentes, totalizando 35 países.


Foi viajando que encontrei a minha vocação. Me tornei guia de turismo no Rio de Janeiro, onde estudei e obtive a credencial nas categorias: regional, nacional e internacional pela Embratur.


Em 2000, me casei e acabei fixando residência em Paris. Aqui fiz vários cursos como História da Arte na Escola do Louvre, História da Arte Renascentista na Escola Superior de Artes Aplicadas Duperré, além de outros cursos livres sobre o patrimônio artístico de Paris: arquitetura, pintura, escultura, jardins, etc.


Sou oficialmente Guia de Turismo em Paris com carteira profissional emitida pelo Ministério do Turismo e da Cultura da França.


Assim com o olhar de uma viajante e de uma profissional da área, tenho oferecido meus serviços de acompanhamento, organização e consultoria para turistas brasileiros em Paris.


Bienvenue à Paris !


Miriam Tanno Girardot


quarta-feira, 23 de julho de 2014

Praluline uma tentação !

Foot: Miriam ATG

Hoje fui na Pralus do Marais, quando vi o Jean-Paul Gautier entrar,  ele pegou um pedaço do Praluline que estava cortado para os clientes experimentarem e comprou um inteiro.
Calma, vou explicar o que é um Praluline. Imagine um brioche, que é um pão leve feito à base de manteiga e ovo, recheada com pedaços de pralines - um tipo de bala de amêndoas com açúcar cor de rosa. 
Os chocolates da Pralus são deliciosos, mas o coqueluche da marca é o a  Praluline, um "brioche aux pralines" inventada por Auguste Pralus em 1955. É tão gostoso, que aos  sábados, chegam a vender 800 unidades !
Comprei também uma Praluline pequena a 6 € (a maior custa 9 €) e a Barra Infernale, criação de François Pralus,  que é uma barra de chocolate praliné com recheio de pistache. E levei de brinde um "Paris Brest". Já comprei varias vezes lá, mas é a primeira vez que me deram um brinde.  
Foto: Miriam ATG
http://www.chocolats-pralus.com

terça-feira, 22 de julho de 2014

Paris Plage 2014


Durante o mês de julho e agosto de cada ano, na margem direita do rio Sena, o tráfego da via rápida Georges Pompidou é interrompida nesse período e nos seus 3,5km de extensão é criado um uma estrutura como se fosse à beira da praia com 5 mil toneladas de areia, grama, cadeiras e guarda-sol, vaporizadores, biblioteca, esportes aquáticos, com várias atividades (tai-chi, dança de salão, baile para as crianças, castelos de areias, pétanque, baby foot) para todas as idades. 

Com extensão da operação Paris Plage no Bassin de La Villette. 

A cidade pioneira foi Saint-Quentin em 1996, que criou essa operação para os habitantes que não tinham meios de partir em férias. Mas foi em 2002 que Paris lançou a "Paris Plage" e depois várias capitais européias seguiram o exemplo, como Berlim, Bruxelas, Budapest, Prague…  
Começou no dia 14 de julho e termina no dia 17 de agosto. 
Funciona das 9h00 até meia-noite
Tudo é gratuito !
Confiram a programação clicando aqui 




domingo, 20 de julho de 2014

Parc Astérix

Foto: Miriam ATG 

Se você está no país dos gauleses, uma boa pedida é visitar o Parc Astérix, a 30km do norte de Paris !
Evitando os finais de semana e os feriados, as filas dos brinquedos são bem mais rápidas que o da Disneyland de Paris. Há quem diga que preferem o primeiro ao segundo… 
São seis universos com 35 atrações, mais os shows dos golfinhos, dos romanos, etc. A única critica que faço é que esses shows não são feitos em inglês para os turistas estrangeiros, apenas na língua dos gauleses, em francês.
Assim como a Disneyland Paris, o Parc Astérix é grande, por isso acho que vale a pena fazer o parque em dois dias pernoitando por lá.
Alguns brinquedos tem restrição em relação à altura das crianças, exigem uma altura mínima de 1,20m e 1,40m. 
O parque não funciona durante o inverno. No calendário 2014, o parque fechará no dia 02 de novembro.
Confiram mais informações diretamente no site clique aqui

Como chegar no Parc Astérix. Há quatro maneiras:

1. De carro: Autoroute A1 direção Lille, entre as saídas 7 e 8 - leva-se 40 minutos em média - estacionamento: 10 €

2. De trem RER B: até o aeroporto Charles de Gaulle e depois um ônibus 
Tarifa ida/volta: 8,50 € a partir de 12 anos e 7,50 € de 3 à 11 anos - gratuito para menores de 3 anos
Ponto de partida do aeroporto Charles de Gaulle: Guichê Parcs de Loisirs - Terminal 1 e 3 
Horário de partida: a cada 30 minutos, a partir das 9h00 
Horário de retorno: a cada 30 minutos, das 9h00 até uma hora depois do encerramento do parque
Para reservar clique aqui

3. De ônibus (Navette):
Preço: 21 € ida/volta comprando pela internet e 22 € comprando na hora - gratuito para crianças até 3 anos sentando no colo dos pais. Leva-se 1 hora ou mais, dependendo do trânsito.
Saída às 9h00 e retorno às 18h30 
Ponto de partida:  estacionamento do Louvre - Carrousel du Louvre na rue de Rivoli, descer até o nível 1 passando pelo "Restaurant du Monde", após o Mac Donald's e descer duas escadas rolantes até chegar no nível -3 , onde encontra-se o estacionamento (parking). Procurar o Totem Asterix
Ponto de retorno: basta seguir a placa "Navette Parc Astérix"
O preço dos ingressos começa a partir de 37 €, por isso recomendo comprar o bilhete do parque + o translado ida/volta que fica mais barato: 59 € acima de 12 anos - 49 € de 3 à 11 anos 
Para fazer a reserva através do Navettes Parc Asterix.com clique aqui 

4. Translados privados: a partir de 115 € até 8 pessoas saindo das estações de trem em Paris (gare). Para reservar na SuperShutlle clique aqui