Sempre tive uma grande paixão pelas viagens, em descobrir lugares novos, pessoas e costumes diferentes…


Ao longo dos últimos vinte anos viajei pelos cinco continentes, totalizando 35 países.


Foi viajando que encontrei a minha vocação. Me tornei guia de turismo no Rio de Janeiro, onde estudei e obtive a credencial nas categorias: regional, nacional e internacional pela Embratur.


Em 2000, me casei e acabei fixando residência em Paris. Aqui fiz vários cursos como História da Arte na Escola do Louvre, História da Arte Renascentista na Escola Superior de Artes Aplicadas Duperré, além de outros cursos livres sobre o patrimônio artístico de Paris: arquitetura, pintura, escultura, jardins, etc.


Sou oficialmente Guia de Turismo em Paris com carteira profissional emitida pelo Ministério do Turismo e da Cultura da França.


Assim com o olhar de uma viajante e de uma profissional da área, tenho oferecido meus serviços de acompanhamento, organização e consultoria para turistas brasileiros em Paris.


Bienvenue à Paris !


Miriam Tanno Girardot


sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Pedra Alta, uma rede de restaurante português na França

Outro dia, antes de visitar amigos na região parisiense, decidimos ir almoçar no Pedra Alta de Thiais. Era um sábado, o estacionamento estava lotado, mas para a nossa surpresa, entramos no restaurante e conseguimos rapidamente uma mesa. As pessoas que chegaram depois, tiverem que ficar na fila durante um momento. O restaurante estava cheio, com uma grande clientela de famílias portuguesas, mas por uma clientela bem variada. Os funcionários eram todos portugueses, simpáticos e rápidos no atendimento. A decoração do restaurante é marítima.
Olhamos o cardápio bem variado, o forte deles são os pratos de frutos do mar, mas acabamos escolhendo um espeto de filé mignon de porco e fritas. Estivemos várias vezes em Portugal, e sabíamos que os pratos de "uma dose" é mais do que suficiente para duas pessoas,  como estávamos em dois e meio, quero dizer, eu, meu marido e a nossa filha de 8 anos, pedimos uma dose.  Antes, pedimos uma porção de bolinhos de bacalhau e eu um caldo de frutos do mar. E quando chegou o nosso prato, ele era enooorme. Olha que eu e meu marido somos comilões, mas mesmo assim sobrou a metade. Acho que poderia ter sido dividido até em cinco pessoas.
Mesmo uma 1/2 dose é possível dividir em duas pessoas.

Achei a sopa e a carne bem salgada para os meus padrões, que coloco o mínimo de sal na comida e quando vou ao Brasil também acho tudo muito salgado, então desconsiderem a minha opinião. 
Para acompanhar a refeição, pedimos uma grande garrafa de água mineral Badoit e 1/2 garrafa de vinho português.


A medida que comíamos, os garçons desfilavam na nossa frente com pratos enooormes e lindos de frutos do mar e as sobremesas enooormes.

Nós dispensamos a sobremesa, mas pedimos um café expresso acompanhado de dois pastéis de nata.
A conta ficou em apenas 72,65 €.
Observando a clientela que ia embora, a maioria carregava uma pequena sacola vermelha.
Quando havíamos terminado de comer, o garçom nos perguntou se gostaríamos de levar o resto. Esse é o 1° restaurante na França onde o "dog bag" é possível ! E eles nem cobraram pela embalagem. 

Criado por Joaquim Batista, o primeiro restaurante Pedra Alta surgiu em Viana do Castelo, no norte de Portugal, há mais de 30 anos.
O seu restaurante servia os homens que trabalhavam na região, que viviam da pesca artesanal, uma profissão muito rude e que dava um apetite voraz.
Aos poucos a sua cozinha começou a ser apreciada por todos os habitantes, mas nem por isso ela foi modificada, pois o que fez a reputação do restaurante foi de servir uma cozinha abundante e plena de sabores. 
Motivado pelos compatriotas vivendo na França, ele acabou abrindo uma filial em 1998.
Atualmente, ele possui quatro restaurantes em Portugal e doze na França, sendo oito na região periférica de Paris, três em Paris e um na cidade de Orleans.

A primeira filial em Paris foi em 2013, no bairro de Bercy, no 12eme arrond. Onde, anteriormente, funcionou durante anos, um restaurante de cuisine francesa, mas sempre quando eu passava em frente, esse restaurante parecia sempre vazio, após a instalação do  português Pedra Alta, está sempre cheio.
Endereço: 13, place Lachambeaudie
Metrô: Bercy linha 6 e Cours St-Emilion  linha 14.

Em 2015, uma segunda filial foi aberta bem próxima à avenida Champs Elysées.
Endereço: 25, rue Marbeuf, 8eme arrond.
Metrô: George V ou Franklin D. Roosevelt linha 1.

E no inicio de 2017, foi aberta uma terceira na Bastilha. Achei impecável o atendimento nessa filial. A razão é simples,  o fundador da rede, o Sr. Joaquim Batista em pessoa que comanda a mais nova casa em Paris.
Endereço: 11, Boulevard Beaumarchais, 4eme. arrond.
Metrô Bastille linhas 1, 5 e 8.

O sucesso da rede é a comida de qualidade, generosa, preços baixos e bons serviços, além do "dog bag"!
Uma das particularidades da rede de restaurantes Pedra Alta é que não aceitam reservas. 
Fotos: Miriam T. Girardot

Nenhum comentário: