Sempre tive uma grande paixão pelas viagens, em descobrir lugares novos, pessoas e costumes diferentes…


Ao longo dos últimos vinte anos viajei pelos cinco continentes, totalizando 35 países.


Foi viajando que encontrei a minha vocação. Me tornei guia de turismo no Rio de Janeiro, onde estudei e obtive a credencial nas categorias: regional, nacional e internacional pela Embratur.


Em 2000, me casei e acabei fixando residência em Paris. Aqui fiz vários cursos como História da Arte na Escola do Louvre, História da Arte Renascentista na Escola Superior de Artes Aplicadas Duperré, além de outros cursos livres sobre o patrimônio artístico de Paris: arquitetura, pintura, escultura, jardins, etc.


Sou oficialmente Guia de Turismo em Paris com carteira profissional emitida pelo Ministério do Turismo e da Cultura da França.


Assim com o olhar de uma viajante e de uma profissional da área, tenho oferecido meus serviços de acompanhamento, organização e consultoria para turistas brasileiros em Paris.


Bienvenue à Paris !


Miriam Tanno Girardot


sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Espetáculo de som e luzes na Catedral Notre Dame de Paris


O espetáculo de som e luzes "Dame de Coeur" sobre a Catedral Notre Dame de Paris tem como objetivo prestar homenagem aos milhares de soldados aliados que lutaram e deram suas vidas pela liberdade.

O espetáculo acontecerá nos dias 08 a 11 de novembro de 2017, sobre a Catedral Notre Dame em Paris, este show é uma criação do diretor Bruno Seillier, que propõe uma jornada incrível ao mesmo tempo visual e musical que exigiu um ano de preparação e oito meses de trabalho, segundo o jornal Le Parisien.

Serão quatro noites consecutivas, esse show de aproximadamente 25 minutos, composto por dezessete cenas de som e luz.

O espetáculo é gratuito, mas um registro obrigatório na internet é exigido por motivos de segurança. Eu ja fiz !

Mochilas e bagagens são proibidas no evento.

Dias 08 a 11 de novembro 2017

Dia 08 ao 10 - às 19h00 e 21h00

Dia 11 - às 20h00 e 21h30

Chegar 30 minutos antes da projeção

Inscrição gratuita obrigatória http://www.damedecoeur.paris/reservation/


Odysséa na luta contra o câncer de mama em Paris

Foto do site http://www.odyssea.info/  

No dia 30 de setembro 2017, mais de 40 mil pessoas participarão da corrida Odysséa, a corrida contra o câncer de mama.

Grande parte do dinheiro da inscrição é doado aos centros de pesquisa contra o câncer.  

São duas corridas:
As 9h00 - 10 km
As 11h00 - 5 km - não será cronometrada  
Local de Partida: Hippodrome de Vincennes




Outubro Rosa 2017 em Paris

Foto do Lepoint.fr 

Nos últimos 24 anos, o mês de outubro é dedicado à luta contra o câncer de mama. 
É um período do ano dedicado ao apoio à pesquisa, triagem e a atenção às mulheres que estão lutando contra o câncer de mama.

Essa campanha começou na última quarta-feira, dia 27 de setembro de 2017, no Museu do Homem, no Palais de Chaillot. 

Nesta ocasião em que a Torre Eiffel se iluminou em rosa, em referência ao símbolo de fita rosa da luta contra o câncer de mama. 

Este ano está sendo comemorado os 25 anos da fita rosa!

No programa de Outubro Rose em Paris:

- Odysséa Paris 2017, a corrida contra o câncer de mama no dia 1° de outubro de 2017

- Exposição dos finalistas do concurso de fotografia Estée Lauder Prêmio Pink Ribbon Photo na Ponte Iéna, a partir de 15 de outubro, durante três semanas poderão ser admirados os clichés dos 40 finalistas do concurso, intitulado "Ce qui nous unit - O que nos une".

- Village de Informação e Prevenção do Câncer de Mama no dia 18 de outubro, na Place de la République por um dia inteiro dedicado à informação sobre câncer de mama.

- Uma fita rosa gigante será colocada na parede do Instituto Curie. 

Bom outubro, Rose para todos!


Portas Abertas dos Workshops de Ménilmontant.


Como todos os anos, os ateliês de Ménilmontant abrem as suas portas a partir de hoje, dia 29 de setembro ao 02 de outubro de 2017.  

São mais de 150 artistas: pintores, escultores, fotógrafos, gravadores, ceramistas, designers, artistas visuais que abrem seus ateliês para o público durante 04 dias. 

Esse evento "portes ouvertes - portas abertas" começou há mais de vinte anos e a cada ano recebem mais de 15 mil visitantes. 

Ponto para pegar o mapa com os endereços dos ateliês: 8, rue Boyer, 20eme arrond.

Do dia 29 de septembre ao 02 de outubro 2017

Das 14h00 às 20h00
No sábado, dia 30/09 até as 22h00

Gratuito



terça-feira, 26 de setembro de 2017

Paris "Journée sans voiture - Jornada sem veículos" 2017


A próxima "Journée sans voiture - Jornada sem veículos"  será realizado em Paris no domingo, 1° de outubro de 2017

Os transportes públicos, as bicicletas e os nossos pés serão os meios de locomoção na capital. 

Por um dia, parisienses e turistas podem ocupar as ruas…

Haverá mais de 130 atividades gratuitas que serão oferecidas ao público.

Na Place de la République haverá um show de reggae e folk.

Do lado da Ponte Marie, as startups Weelngo e Repair and Run oferecem atividades dedicadas à mobilidade suave. A primeira  é um serviço de locação de duas rodas elétricas enquanto que a segunda propõe oficinas de reparação de bicicletas à domicílio, para os mais experientes há testes de patinetes e skate elétricos.

A Caféothèque associa-se ao evento, as animações são realizadas em frente a este templo do café e os participantes podem beneficiar de uma redução na consumação.

Horários : a operação começa às 11h00 e termina às 18h00.

Residentes : os residentes das zonas concentradas poderão ter acesso ao seu domicilio utilizando seus veículos, devem ter um documento justificando o domicilio

Ônibus : os ônibus e outros transportes em comum circularao normalmente, mas com a velocidade limitada a 20 km

Táxis : a circulação em táxi será possível

Veículos elétricos/motos elétricas : não importa o tipo, neste domingo, todos estão proibidos de circular.

Excepções : Todos os veículos de urgência e socorro poderão circular. Igualmente aos profissionais de assistência médica, veículos de mudança (com autorização de estacionamento)

Bicicletas : Todos os ciclistas poderão circular.

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Fashion Week 2017 em Paris


A semana de Paris dos desfiles de Primavera-Verão 2018 acontece a partir de amanhã, de 26 de setembro à 3 de outubro de 2017. Os oito dias da Fashion Week mostrará  as tendências da próxima temporada! 

As marcas que farão desfiles
Pascal 

Liselore Frowijin

Christian Dior
 
Victoria/Tomas
 
Anrealage 
Koche
     
Jacquemus
 
Saint Laurent 

Y/Project 
Lacoste 

Maison Margiela

Lanvin 
Aalto
 
Anne Sofie Madsen

Dries Van Noten 

Guy Laroche

Rochas 
Lemaire 

Kenzo 

Yang Li 
Chloé
 
Atlein 

Manish Arora 

Ann Demeulemeester

Paco Rabanne
Balmain 

Each X Other 

Carven 
Rick Owens 

Pascal Millet 

Isabel Marant 

Off/White 
Loewe 

Uma Wang 

Anessa Seward 

Issey Miyake
 
Christian Wijinants
 
 Nina Ricci 

Ungaro

Undercover 

Andrew Gn 

Lutz Huelle 

Alexis Mabille 

Yoji Yamamoto 
Junya Watanabe 

Haider Ackermann 

Véronique Leroy 

Mugler 

Acne Studios 

Elie Saab

Vivienne Westwood 

Comme des Garçons
 
Altuzarra 

Rahul Mishra 

Sonia Rykiel 
Givenchy 

Balenciaga 

Celine
 
Valentino
 
Akris 
Masha Ma 

John Galliano 
Stella McCartney
 
Sacai 
Leonard Paris 

Giambattista Valli 

Ellery 

Valentin Yudashkin 

Hermès
 
Shiatzy Chen 

Esteban Cortazar 

Alexander Mcqueen 
Chanel 

Agnès B

Moncler Gamme Rouge 

Wendy Jim 

Miu Miu

Unko Shimada 

Thom Browne 

Moon Young Hee 

Louis Vuitton

Paul & Joe 

Os locais dos desfiles são realizados em lugares excepcionais como o Grand Palais, o Palais de Tokyo, o Instituto do Mundo Arabe, o Palais des Beaux Arts, o Centro Pompidou, o Convento dos Cordeliers, o Oratório do Louvre , a Salle Wagram, ou em residências de embaixadores.

sábado, 23 de setembro de 2017

Festa da colheita de Montmartre 2017


A festa da colheita de Montmartre começou em 1934, sendo que nos últimos anos essa festa ganhou uma grande proporção e dura cinco dias, com desfiles, concertos, baile, atividades para crianças, ateliês, degustações de vinho e especialidades regionais (queijos, foie gras, Champagne, etc) nas ruas de Montmartre…

A origem desta vinha começou em 1921, num terreno de 1.556m2, situado entre as ruas Saules e Saint Vincent, que seria destinado à construção de um prédio habitacional popular, suscitou o protesto dos habitantes. 

A municipalidade cedeu e decidiu criar um jardim para as crianças, mas essas acabaram por destruir o jardim.   

Em 1933, em memória aos antigos vinhedos da região, decidiram plantar uma vinha, que foi denominada  "Clos de Montmartre".

Possui 1.762 pés de uva de diversas variedades (gamay beaujolais, pinot noir, seibel, couderc, seyve, riesling, muscat, entre outras…), que produzem anualmente cerca de 950 garrafas de vinho de 75cl, comercializadas entre 20 a 50 € dependendo da safra.

Foto do site oficial 


A "Fête des Vendanges de Montmartre 2017" começa no dia 11 até o dia 15 de outubro.  

Destaques da programação

- Dia 11, 4a. feira, grande desfile às 15h00, saída na Mairie do 18° arrond. e término na Place St-Pierre por volta das 17h45

- Dia 14, sábado, Grande Desfile às 11h45, partida do vinhedo "Clos de Montmartre" e chegada às 13h00 na Place Jules Joffrin, na Mairie do 18eme arrond.

- Dia 15, domingo, o baile tradicional que encerra as festividades, das 17h00 às 19h00, no Square Louise Michel - entrada livre

Portugal é o país convidado de honra deste ano.
Durante 03 dias, de 13 ao 15 outubro,  próximo à Basilíca Sacré Coeur, os artesãos e produtores vindos de cinco regiões de Portugal (Tâmega e Sousa, Terras de Tras-Os-Montes, Coimbra, Beiras de Serra da Estrela e Beira Baixa) exporão os seus produtos típicos e saborosos que são a riqueza e a singularidade de suas regiões portuguesas.

Veja a programação completa no site oficial:
https://www.fetedesvendangesdemontmartre.com/

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Techno Parade 2017 em Paris

A Techno Parade acontece em Paris, no dia 23 de septembre 2017.


É o 19a. Techno Parade em Paris que será realizado no dia 23 de setembro 2017 !

Todos os anos mais de 350 mil pessoas dançam ao som da música eletrônica. 

Desde a sua primeira edição, o desfile evoluiu muito. 

Hoje, completamente apropriado pelo público em geral, tornou-se uma oportunidade única para celebrar na rua em plena luz do dia. 

Para a Technopol, e para todos aqueles que a associação apóia e defende, o desfile também permanece, sobretudo, um formidável meio de pressão da mídia para transmitir mensagens às autoridades públicas, além de contribuir para a difusão da musica eletrônica como cultura…

Todos os anos o percurso é diferente:

A parada partirá ao meio-dia do Quai François-Mitterrand, próximo do Louvre, percorrendo o Quais de Seine e terminando na Place de la Nation às 19h00. 

Percurso :
Quai François-Mitterrand
Quai de Mégisserie
Quai de Gesvres
Quai des Célestins
Boulevard Morland
Quai de la Râpée
Boulevard Diderot
Place de la Nation

Site oficial http://www.technoparade.fr/


quinta-feira, 21 de setembro de 2017

O Museu Marmottan é o museu que possui o maior acervo das obras de Claude Monet no mundo

Foto: Miriam ATG
Desde o dia 14 de setembro 2017, o Museu Mamottan Monet, inaugurou a exposição "Monet Collectionneur - Monet Colecionador", que terminará  em 14 de janeiro 2018.
Claude Monet, o mais famoso dos pintores impressionistas, também era o mais secreto dos colecionadores.
As obras-primas que ele reuniu ao longo de sua vida, constituem um conjunto excepcional  e raro.
Pela primeira vez, o museu revela essa paixão secreta e organiza uma exposição inédita que ele reuniou ao longo de sua vida.
Com as pinturas, desenhos e esculturas assinadas por Delacroix, Corot, Boudin, Jongkind, Manet, Renoir, Caillebotte, Morisot, Pissaro, Rodin e Signac, revelam uma parte escondida da vida do artista.
Esta exposição oferece uma oportunidade única para descobrir qual foi o panteão sentimental e artístico do líder dos impressionista.

História do Museu Marmottan Monet

O antigo pavilhão de caça de Christophe Edmond Kellermann, que levava o título de Duque de Valmy, foi adquirido por Jules Marmottan, em 1882. 

Relógio em estilo 1° Império de Claude Galle
O filho deste, Paul Marmottan, tornou o pavilhão em residência, ampliou a casa para receber a coleção do pai que era apaixonado pela Idade Média e Renascença e a dele, que por sua vez, era apaixonado pelas obras de arte do 1° Império.

Na sua morte, em 1932, legou à Academia de Belas Artes, todas as suas coleções, bem como sua mansão que se tornou o Museu Marmottan em 1934, bem como a biblioteca de Boulogne, rica em documentos históricos. 

Les Agaphantes - Claude Monet - 1914-1917 
Em 1957, o Museu Marmottan Monet recebeu como doação a coleção de Victorine Donop de Monchy, que era formada por onze obras impressionistas, sendo uma delas, "Impression, soleil levant - Impressão, nascer do sol", herdada de seu pai Dr. Georges de Bellio, que foi médico de Manet, Monet, Pissao, Sisley e Renoir, e um dos primeiros apaixonados pela pintura impressionista. 

Michel Monet, segundo filho de Claude Monet, legou sua propriedade de Giverny e sua coleção de pinturas herdadas de seu pai para o Museu Marmottan,  à Academia de Belas Artes em 1966. 

Desta forma, o Museu possui a maior coleção de obras de Claude Monet no mundo. 

Jacques Carlu, o arquiteto acadêmico e conservador do museu, construiu uma sala inspirada nas grandes salas do Museu de l'Orangerie, para receber a coleção. 

As obras reunidas por Henri Duhem e sua esposa Mary Sergeant, vieram admiravelmente completar a coleção do museu, graças à generosidade da filha Nelly Duhem, em 1987. 

Henri Duhem era pintor e apoiava os pós-impressionistas, foi também foi um colecionador apaixonado que reuniu as obras de seus contemporâneos. 

Em 1996, a Fundação Denis e Annie Rouart foi fundada no Museu Marmottan Monet, respeitando os desejos de sua benfeitora. 

Les enfants à la vasque de Berthe Morisot - 1886
O museu enriquece suas coleções com obras de prestígio de Berthe Morisot, Edouard Manet, Edgar Degas, Auguste Renoir e Henri Rouart. 

Em 1980, Daniel Wildenstein oferece uma excepcional coleção de 313 iluminuras (um tipo de pintura) dos séculos XIII e XVI do seu pai, Georges Wildenstein, ao Museu Marmottan. 

Desde então, muitos outros legados igualmente importantes foram adicionados às coleções do museu, como as de Emile Bastien Lepage, Vincens Bouguereau, Henri Le Riche, Jean Paul Léon, André Billecocq, Gaston Schulmann, Florence Gould Foundation, Roger Hauser, Cila Dreyfus e Thérèse Rouart.

Musée Marmottan Monet
2, rue Louis-Boilly, 16eme 

Métro       
Ligne 9 Arrêt : La Muette

RER         
Ligne C Arrêt : Boulainvilliers 

Horário
De 3a.feira a domingo
Das 10h00 às 18h00

Às 5as.feiras aberto até as 21h00
Permitida a entrada até as 20h30 
 Tempo previsto de visita de 1h30 em média

Fecha nas 2as.feiras,  1° de maio, 25 de dezembro e 1° de janeiro

Tarifas
Tarifa normal: 11 €
Tarif reduzida : 7,50 €
Menores de 18 anos, estudantes menores de 25 anos, professores, acompanhantes de deficientes físicos 
Gratuito: 
crianças até 6 anos, deficientes físicos, jornalistas

Billet jumellé Coupe-fille - billette combinado corta-fila
Adulto: 20, 50€
Tarifa reduzida: 12 € (crianças acima de 7 anos e estudantes menores de 25 anos)
Deficiente fisico: 4 € com apresentação de uma justificativa
Gratuito para crianças menores de 7 anos com apresentação de documento

Audio-guia 
Em francês/inglês das coleções permanentes e exposições : 3 €





quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Oktoberfest Paris 2017


Há mais de 200 anos, a Oktoberfest de Munique tem dado o ritmo às primeiras semanas do outono. 

Essa festa imperdível da cultura bávara e alemã tornou-se tão popular que ela foi exportada para vários países. 

O primeiro Oktoberfest de Paris foi em 2015, com 10 mil participantes que consumiram 15 mil litros de cerveja acompanhados de mil joelhos de porco…

Pelo terceiro ano consecutivo, Paris festejará Oktoberfest a partir do dia 05 de outubro até o dia 14 de outubro 2017.

Foto do site oficial
A cerveja que será servida é a mesma que em Munique, a Paulaner Oktoberfest Bier, que é especialmente feita para essa festa, no melhor de suas variações: cerveja clara, escura e duas sem álcool. 

Foto do site oficial 
Todos os ingredientes estão reunidos para que você possa encontrar em Paris a atmosfera típica da Oktoberfest: música tradicional, pista de dança, com a presença de cinco dançarinos... 

Em uma decoração típica de Munique, também é possível provar as autênticas especialidades alemães.  

Foto do site oficial 
A salsicha é um dos pratos mais tradicional que acompanha a cerveja. Os alemães produzem 1.500 tipos de salsichas.

Foto do site oficial
Também não faltará o joelho de porco servido crocante com molho de cerveja marrom, chucrute e bolinhos a 17,50 €. 

Spätzle é a massa alemã mais popular, servida com queijo da montanha e cebolas fritas a 12,90 €.

Obs. os preços dos pratos são de 2016 como está indicado no site ofcial

No dia 08, domingo, haverá um brunch das 11h30 as 16h30. 
A  entrada custa 5€ e na hora 8 €, crianças menores de 12 anos é gratuito.

Como o local comporta 1.500 pessoas, a reserva é obrigatória. 
Até a data deste post já foram vendidos 60% dos lugares. 

Preços a partir de 20 € a 44,90 € com direito à consumação 

Funcionará das 18h30 as 23h30
No domingo há dois horários - 11h30 às 16h30 para o Brunch e das 18h30 às 23h30

Lembrando que os eventos noturnos é reservado  para maiores de 18 anos

Data: 05/10 a 14/10/2017

Local: Paris Event Center - 20, avenue de la Porte de la Villette, 19eme

Metrô: Porte de la Villette  linha 7 
Tranway: Porte de la Villete T3



segunda-feira, 18 de setembro de 2017

La Nuit Blanche 2017 em Paris



A "Nuit Blanche - Noite em Branco" é organizada anualmente no 1° sábado de outubro desde 2002, pela prefeitura de Paris. Este grande evento festivo convida os parisienses a passear pelas ruas da capital para descobrir instalações de arte no espaço público ou em edifícios da metrópole que são imperdíveis.

Todos os anos, este evento gratuito destinado à todos, é festejado por milhares de visitantes. 

O sucesso da Nuit Blanche em Paris desde a sua criação em 2002, levou várias capitais e grandes cidades da Europa, mas também no mundo, a organizar o seu próprio evento seguindo o modelo parisiense: de Bruxelas a Quioto, de Melbourne a La Paz, sendo mais de 25 cidades organizando este evento.

Na noite de 7 de outubro de 2017, este evento tem como tema "Trabalhar em conjunto", que visa celebrar a criação coletiva entre artistas e cidadãos que desejam fazer representações e percepções.

Confira o programa dos arrondissements:


Inscrições reabertas para Maratona de Paris 2018


A 42a. Maratona de Paris de 42,195 km, a ser realizada no dia 08 de abril 2018, reabriu as inscrições no dia 05 de setembro, através do site https://www.asochallenges.com/fr/home?destination=subscribe/schneider_electric_marathon_de_paris_2018#

Essa maratona é a mais importante do mundo com 57 mil corredores vindos de 145 países.  


Inscreva-se na Meia-maratona 2018 em Paris


Para a próxima  26a. Meia-Maratona 2018, a ser realizada no dia 04 de março, as inscrições foram abertas no dia 12 de setembro 2017, para todos os corredores nascidos em 1998 ou antes desde que tenham 18 anos no dia da corrida. 

Após a meia-maratona de Gôteborg (Suiça) e de Bupa Great (Inglaterra), a de Paris é a terceira no ranking mundial.



Maratona dos 20 km de Paris 2017


Domingo, dia 08 de outubro, cerca de 30 mil corredores de 100 nacionalidades diferentes participarão do 39a. Maratona dos 20 km de Paris.

Após as três ultimas maratonas que tiveram como tema: a música, o cinema e história em quadrinhos, o tema escolhido para 2017 é a "Art Street". 

Partida da Ponte d'Iéna, no pé da Torre Eiffel, às 10h00 !

O percurso passará por 4 zonas antes dos 3km, depois dos 7km, entre os 12  e os 13 km, e por ultimo entre os 17 e 18 km.


Maratona 2017 Paris à Versalhes 16 km





Neste domingo, dia 24 de setembro, acontece a Maratona Paris à Versailles de 16 km.

É a 40a. edição com 25 mil inscritos !

Partida às 10h00 no pé da Torre Eiffel

A linha de chegada se situa ao nível do numero 51 da avenida de Paris, de frente ao Castelo de Versalhes 

Retirada do t-shirt e da numeração - nos dias 22 e 23 de setembro

Local: 
Palais des Sports Robert Charpentier à Issy-les-Moulineaux 
4 Boulevard des Frères Voisin 92130 Issy-Les-Moulineaux
Metrô: estação Mairie d'Issy ou Corenin Celton

Horários de abertura: 
- 22/09 das 11h00 às 20h00  
- 23/09 das 9h00 às 19h0


BNF - Biblioteca Nacional da França em Paris

Foto: Miriam ATG 
Neste final de semana, na Jornada Européia do Patrimônio 2017, fui visitar a BNF - Biblioteca Nacional da França, que há cinco séculos conserva coleções reais constituídas desde a Idade Média,  com 14 milhões de livros, 250 mil manuscritos, 13 milhões de estampas, fotografias e cartazes, mapas, partituras, moedas, medalhas, documentos sonoros, videos, obejtos de arte, costumes...Valeu a pena ficar uma hora na fila, quando entrei na Salle Labrouste senti um frisson pela sua beleza.

O "site Richelieu" ou a "velha biblioteca", como chamam os habitués, estão localizados no bairro de Vivienne (Passage Viviane), no coração de Paris. 

Foi em 1666, que Louis XIV instalou as coleções da biblioteca real. 
Em 1720, a biblioteca foi instalado no Hotel de Nevers, antiga residência de Mazarin, primeiro-ministro francês.
Ao longo das décadas, à medida que os livros se acumulavam em prateleiras, a biblioteca expandiu-se de forma anárquica, anexando progressivamente as mansões particulares e as terras adjacentes ao núcleo central. Tanto que, em meados do século XIX, a biblioteca imperial foi protegida em um grupo heteróclito de edifícios mais ou menos insalubres. Uma situação indigna de tal coleção!

Em 1854, o imperador Napoleão III confiou a Henri Labrouste, um projeto colossal: construir um edifício apto para acolher a biblioteca imperial. 
O arquiteto havia acabado de projetar a Biblioteca Sainte-Geneviève com um design completamente inovador. 
Mas o edifício que ele vai imaginar para a Biblioteca Imperial é muito diferente, a imensa sala de leitura para material impresso, que hoje leva o seu nome, Salle Labrouste.

Imaginemos por um momento, o percurso de um leitor que entra pela primeira vez na Biblioteca Imperial pela primeira vez, isso em 1868. 
Chegando pela Rue de Richelieu, atravessa o portão monumental e atravessa o pátio de honra. 
Ele então penetra em um grande vestíbulo, cuja atmosfera como a decoração de mármore evoca os túmulos etruscos pelos quais os estudiosos ficam fascinados. 
De frente para ele, uma porta dupla que leva a um volume monumental banhado pela luz, é a sala de leitura. O efeito é espetacular.
Foto: Miriam ATG 
Foi um desafio tecnológico para a concepção deste enorme salão de 1200m2 ! 
Primeiro problema: a cobertura. Como cobrir tal superfície fornecendo iluminação suficiente para o trabalho dos leitores? 
No inicio, o arquiteto imaginou instalar um enorme dossel. Desde a construção do Palácio Cristal para a Exposição Mundial de 1851 em Londres, a arquitetura de ferro e vidro estava na moda. Mas o problema arquitetônico era que nos dias ensolarados, a sombra dos leitores seria projetada nos livros consultados, tornando difícil o estudo.
O arquiteto procura um meio de cobrir a sala, garantindo uma luminosidade homogênea e suave, mais propício para estudar. Esta questão de iluminação era ainda mais importante na medida em que a biblioteca estava privada de iluminação artificial, pois havia muito receio de risco de incêndio.

Labrouste opta finalmente por 9 cúpulas que se repousarão sobre pilares de ferro fundido. Esta solução técnica teria sido inspirada pela estrutura de vestidos com crinolina, então em moda. As tiras ornamentais cor-de-rosa, que cercam as cúpulas da sala de leitura, seriam uma alusão discreta de fitas das roupas intimas femininas

Essas nove cúpulas asseguram uma luminosidade ideal aos leitores, mesmo em clima cinzento: a luz natural que penetra através dos óculos e assim difunde de forma homogênea.
Foto: Miriam ATG 
O sul da sala de leitura forma um semicírculo coberto por um dossel: duas cariátides enquadram a entrada monumental das portas centrais, destinadas a armazenar 900 mil volumes. 
Novamente Labrouste teve que ser engenhoso. Os dois requisitos eram a segurança das coleções e a racionalização do armazenamento. Para evitar o risco de incêndio, o metal é favorecido e a iluminação artificial é proibida. 
Labrouste imagina cinco andares, conectados regularmente por escadas, a fim de otimizar os movimentos dos usuários. 
A altura dos passadiços foi calculada para que todos os livros permaneçam acessíveis sem ter que usar escadas ou degraus, Labrouste teve a idéia de cobrir as lojas com um telhado, após ter visto isso nas fábricas de Saint-Quentin. 
Foto: Miriam ATG 
Um século e meio depois, a obra-prima de Labrouste havia perdido seu esplendor. No início do século XXI, a sala da impressão não era mais do que a sombra de si mesma: um grande volume escuro e frio, um pouco perturbador nas noites de inverno. Era preciso ser restaurada imediatamente. Além disso, a construção da nova biblioteca no 13eme, privou a sala da impressão de seu destino original, apenas os departamentos de "patrimônio" permanecem no site Richelieu. 
Foi realizado um importante projeto de restauração do prédio e da redistribuirão das coleções. A reforma começou em 2011 com previsão para terminar em 2020. 
Desde dezembro de 2016, a Salle Labrouste que compartilha seu espaço com a Biblioteca INHA e o Depto. de Estampas da Biblioteca Nacional da França, reabriu suas portas aos leitores.

A reabertura da Salle Labrouste é uma oportunidade para os leitores e o público em geral redescobrir a genialidade de um arquiteto visionário. 
A restauração rendeu o esplendor do prédio, a redescoberta das decorações, cuja riqueza estava coberta por uma camada espessa de sujeira. 
Além dos frisos ornamentais e figuras femininas que habitam as cúpulas, a sala está decorada com medalhões retratando os autores famosos.
Foto: Miriam ATG 
Mas talvez sejam as pinturas que decoram as baías do leste e do oeste, inspirada nas pinturas antigas de vilarejos da Itália,  que mais surpreendem pela delicadeza das cores usadas pelo artista Alexandre Desgoffe.  

Se você não é um leitor da biblioteca pode vir descobrir os espaços renovados nas visitas guiadas que são regularmente organizadas:
Todas as 5as.feiras às 15h30
Todos os sábados às 17h45

Site Richelieu BNF - 58, rue de Richelieu, 2eme arrondissement

Metrô: Bourse linha 3 ou Pyramides linha 7 e 14 

Fonte:http://www.bnf.fr/fr/la_bnf/sites/a.site_richelieu-louvois.html


domingo, 17 de setembro de 2017

O McDonald's da rue Saint Lazare em Paris

Foto: Miriam ATG
Apesar de que eu não como no McDonald's, não poderia deixar de falar sobre essa filial da rede que abriu há pouco mais de um ano no 8eme arrondissement de Paris, bem próxima da Gare Saint Lazare.

Instalado em um edifício construído em 1892, com fachada em enxaimel no estilo arquitetônico da região francesa da Alsácia. 

A fachada com uma cegonha na chaminé, o enquadramento de madeira, tijolos aparentes, o brasão de Strasbourg e o rei da cerveja "Gambrinus" com um chope na mão, se explica pelo fato de ali ter funcionado uma cervejaria alsaciana "Au roi de la Bière - Ao rei da cerveja". 

O prédio se destaca no meio dos prédios haussmannianos e foi classificada como monumento histórico desde 1997. 

114, rue Saint Lazare, 8eme arrond.
Metrô Saint Lazare linhas 3, 12, 13 14

Funciona todos os dias
2a., 3a. e 4a. feira - 7h30 à meia-noite e meia
5a.feira - 7h30 à 1h00 da madrugada
6a.feira - 7h30 às 2h00 da madrugada
Sábado - 6h30 às 2h00 da madrugada
Domingo - 6h30 à meia-noite e meia



quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Alguns dos monumentos parisienses que serão gratuitos


Alguns dos monumentos parisienses mais visitados que serão gratuitos neste final de semana, durante a Jornada Européia do Patrimônio, nos dias 16 e 17 de setembro 2017:

- Santa Capela 
Das 9h00 às 18h00 - visita livre
8 boulevard du Palais, 75001 Paris

- Conciergerie
Das 9h30 às 17h00 - visita livre
2, boulevard du Palais, Paris 75001

- Arco do Triunfo
Das 10h00 às 22h30 - visita livre
Place Charles de Gaulle, 75008

- Panteão  
Das 10h00 às 17h45 - visita livre
Place du Panthéon, Paris 75005

- Catedral Notre Dame de Paris 
Das 13h30 às 17h30 - visita livre
6 parvis Notre-Dame - place Jean-Paul II, Paris 75004

- Torres da Catedral Notre Dame de Paris 
Das 10h00 às 17h30 - visita livre, mas é indispensável reservar o horário da visita através da aplicação "JeFile" disponível gratuitamente na Google play e Apple Store a partir das 7h30 da manha 
1 rue du Cloître Notre-Dame, Paris 75004

- Instituto do Mundo Árabe 
Das 10h00 às 19h00 - visita livre
1, rue des Fossés Saint-Bernard, 75005 Paris

- Théâtre de la  Comédie Francesa - visita guiada de 2 horas
Às 9h30, 10h00 e 10h30 - inscrição indispensável 
1 place Colette, 75001 Paris (na entrada administrativa, ao lado das Colunas de Buren)



Jornada Européia do Patrimônio 2017 em Paris


A 34ª edição da Jornada Européia do Patrimônio será realizada nesse final de semana, dias 16 e 17 de setembro de 2017. 

O tema deste ano é "Jeunesse et Patrimoine - Juventude e Patrimônio".

Um dos objetivos prioritários do Ministério da Cultura nesta edição 2017 da Jornada Européia do Patrimônio é a sensibilização das jovens gerações para o conhecimento e preservação do patrimônio, da História da França e da história da arte, para compreender e conhecer a herança no seu contexto histórico e social, resultando uma melhor compreensão da sociedade em que vivemos.

No programa: visitas temáticas, espetáculos, concertos e ateliês em mais de 17 mil monumentos que serão abertos ao público e mais de 26 mil animações em torno da juventude e do patrimônio na França e em todos os territórios franceses.

É nesse evento que é possível visitar locais que são inacessíveis ao público durante o resto do ano, como o Palais de l'Elysées (residência oficial do presidente); o Senado no Jardim de Luxembourg;  o Hôtel Beauvau (Ministério do Interior), o Hôtel de Matignon (residência do 1° Ministro)…

Tudo é gratuito, basta apenas ter paciência para enfrentar as filas, e inscrição prévia para algumas visitas/ateliês.

Confira o programa da Jornada Européia do Patrimônio 2017 pelo link:

- Le programme dans le 1er arrondissement

- Le programme dans le 2e arrondissement 

- Le programme dans le 3e arrondissement 

- Le programme dans le 4e arrondissement 

- Le programme dans le 5e arrondissement 

- Le programme dans le 6e arrondissement 

- Le programme dans le 7e arrondissement 

- Le programme dans le 8e arrondissement 

- Le programme dans le 9e arrondissement 

- Le programme dans le 10e arrondissement 

- Le programme dans le 11e arrondissement 

- Le programme dans le 12e arrondissement 

- Le programme dans le 13e arrondissement 

- Le programme dans le 14e arrondissement 

- Le programme dans le 15e arrondissement 

- Le programme dans le 16e arrondissement 

- Le programme dans le 17e arrondissement 

- Le programme dans le 18e arrondissement 

- Le programme dans le 19e arrondissement 

- Le programme dans le 20e arrondissement