Sempre tive uma grande paixão pelas viagens, em descobrir lugares novos, pessoas e costumes diferentes…


Ao longo dos últimos vinte anos viajei pelos cinco continentes, totalizando 35 países.


Foi viajando que encontrei a minha vocação. Me tornei guia de turismo no Rio de Janeiro, onde estudei e obtive a credencial nas categorias: regional, nacional e internacional pela Embratur.


Em 2000, me casei e acabei fixando residência em Paris. Aqui fiz vários cursos como História da Arte na Escola do Louvre, História da Arte Renascentista na Escola Superior de Artes Aplicadas Duperré, além de outros cursos livres sobre o patrimônio artístico de Paris: arquitetura, pintura, escultura, jardins, etc.


Sou oficialmente Guia de Turismo em Paris com carteira profissional emitida pelo Ministério do Turismo e da Cultura da França.


Assim com o olhar de uma viajante e de uma profissional da área, tenho oferecido meus serviços de acompanhamento, organização e consultoria para turistas brasileiros em Paris.


Bienvenue à Paris !


Miriam Tanno Girardot


domingo, 28 de fevereiro de 2016

Santuario Nossa Senhora de Lourdes

Foto: Miriam ATG 
Há 150 anos, o Santuário de Nossa Senhora de Lourdes recebe todos os anos mais de 6 milhões de peregrinos e visitantes.

O Santuário permanece aberto o ano inteiro, 24 horas por dia.

O acesso é gratuito.

Dois períodos ritmam sua vida…

De abril a outubro, 22 lugares de culto permitem celebrar as missas em todas as línguas.

Também é possível ver as grandes celebrações, tais como a missa internacional, a procissão eucarística da tarde e a procissão marial de tochas, todas a noites.

De novembro a março, diversas celebrações também são realizadas todos os dias, tais como as missas, o Rosário, o Toque das Ave-Marias…

Historia 
Os gauleses, os romanos, os bárbaros e os mouros fortificaram sucessivamente o rochedo de Lourdes onde está edificado o Castelo Fortificado.

A partir do século IX, a cidade foi possessão inglesa e depois francesa. Durante as guerras de religião do século XVI, ela foi saqueada pelas tropas huguenotes.
No século XVII, a anexação de Bigorre à França (1607) e os progressos realizados no emprego das armas diminuíram a importância da cidadela. Ela conservou, contudo uma pequena guarnição, e tornou-se prisão do Estado (castelo).

Depois de atravessar sem muitos danos a Revolução Francesa (1789), Lourdes transformou-se, no século XIX, em uma cidadezinha aprazível. No início dos anos 1850, o castelo era ocupado por uma guarnição de infantaria. Nessa época, a cidade era apenas uma etapa para os curistas atraídos pelas águas das cidades de Barèges, Cauterets, Luz-Saint-Sauveur e Bagnères-de-Bigorre, e para os primeiros exploradores dos Pirineus a caminho do vilarejo de Gavarnie. Lourdes era então uma modesta capital de cantão de 4135 habitantes.

Entre esta gente, o moinho de Boly abrigou durante 10 anos François e Louise Soubirous e seus quatro filhos, cuja mais velha chamava-se Marie Bernarde, dita Bernadette (nascida em 7 de janeiro de 1844).

Em 1854, a família Soubirous cai na miséria: depois de perder um olho devido a um acidente de trabalho, François é acusado de roubo e encarcerado, e o moinho declara falência.

Finalmente, a cólera faz 38 mortos em Lourdes. Bernadette, acometida pela cólera e pela tuberculose, conservaria uma saúde frágil por toda a sua vida.

Em 1857, obrigada a deixar o moinho, a família refugia-se numa antiga prisão de 16 m² chamada "le Cachot".

Aos 14 anos, sem saber ler nem escrever, e sem ter feito a Primeira Comunhão, Bernadette, aflita com todos esses eventos, viveria uma experiência extraordinária.

Em 11 de fevereiro de 1858, Bernadette, sua irmã Toinette e uma amiga, Jeanne Abadie, vão buscar lenha numa gruta chamada Massabielle, situada às margens do rio Gave. Enquanto Toinette e Jeanne catam lenha, Bernadette sente como uma brisa. Ao levantar a cabeça, a menina vê na cavidade da rocha uma formosa senhora, envolta de luz, que olha para ela e lhe sorri.

Esta primeira aparição seria seguida por 17 outras.

Rio Gave de Pau - Foto: Miriam ATG 
A água, o rochedo e a luz são elementos essenciais intimamente vinculados à história das Aparições da Virgem diante de Santa Bernadette.

Estes símbolos são universais e podem ser encontrados em outras culturas e religiões.

É por isso que Lourdes é tão atraente e desloca multidões. 
Os peregrinos, visitantes e outros turistas vêm do mundo inteiro para descobrir esse lugar tão especial.

Portanto, é comum cruzar por aqui pessoas que vêm de horizontes diferentes mas que têm um objetivo comum: a busca de espiritualidade.

Foto: Miriam ATG 
Como visitar o local

Os Santuários de Nossa Senhora de Lourdes cobrem uma superfície de 52 hectares onde você encontrará 22 locais de culto. 
Alguns desses lugares de reunião são incontornáveis para que você não perca nada da sua visita aos Santuários.
Da célebre Gruta de Massabielle à Igreja Santa Bernadette, passando pela Basílica de Nossa Senhora do Rosário, parta à descoberta dos Santuários e da sua história.

A peregrinação de um dia 
Este programa destina-se a qualquer pessoa que deseja descobrir o local de Santuário durante um dia ou metade de um dia.
Diferentes propostas são oferecidas para organizar o seu dia de peregrinação:
  • Apresentação da "Mensagem de Lourdes" (conferência), vídeos;
  • Caminho da Cruz proposto pelos Santuários;
  • Missa, confissão;
  • Reza do rosário na Gruta seguida do benzimento das crianças e de suas famílias;
  • Procissões eucarística e marial com tochas;
  • Adoração Eucarística.
A não perder de abril a outubro:
  • Todas as quartas e domingos: missa internacional na Basílica São Pio X, às 09h30
  • Todas as noites, às 21h, Procissão com Tochas
  • As Piscinas estão abertas diariamente das 09h às 11h e das 14h30 às 16h. Aos domingos, acesso das 14h às 16h.
Foto: Miriam ATG 
Basílica Imaculada Conceição 
Também chamada Basílica Superior, estende-se por 51 metros de comprimento, 21 metros de largura e 19 metros de altura.
Compreende uma nave dividida em nove vãos iguais.
De estilo ogival do século XIII, foi benzida em 15 de agosto de 1871 e consagrada em julho de 1876. Em 1908, foi enquadrada por dois pináculos que a ligam ao Rosário.
Os vitrais da Basílica da Imaculada Conceição retratam a história da Virgem Maria até a proclamação do dogma da Imaculada Conceição pelo Papa Pio IX em 1854 e as Aparições de Lourdes em 1858.
O Papa Pio IX está representado num medalhão acima da entrada da Cripta.
Foto do site oficial 
Igreja Santa Bernadete
Último local de culto construído na área dos Santuários (inaugurado em 1988), a Igreja Santa Bernadette está situada em frente à Gruta de Massabielle, na margem direita do rio Gave de Pau. Esta igreja moderna, dotada de divisórias removíveis, foi edificada no lugar onde Bernadette Soubirous encontrava-se na ocasião da última aparição, em 16 de julho de 1858.
Foto: Miriam ATG
Gruta das Aparições
A Gruta de Massabielle é delimitada ao norte e a leste pelo rio Gave de Pau e dominada ao sul pelo rochedo de Massabielle.
Com 9,50 m de profundidade, é o lugar onde a Virgem Maria apareceu em 1858 para Bernadette Soubirous, uma jovem de 14 anos originária de Lourdes.
No fundo, à esquerda da Gruta, está a fonte revelada por Bernadette segundo as indicações da Santa Virgem.
A água da fonte é canalizada e alimenta os chafarizes, as piscinas e o caminho de água.
Lugar imperdível dos Santuários, a Gruta é visitada por cerca de 6 milhões de pessoas por ano.
Foto: Miriam ATG 
Basílica Nossa Senhora do Rosário
Intimamente ligada à vasta composição arquitetural dos Santuários de Lourdes.
É o elemento que forma o essencial de sua imagem, notando-se, em particular, a disposição das duas grandes rampas de forma elíptica no eixo da esplanada.
De estilo romano-bizantino, a Basílica de Nossa Senhora do Rosário, vasta cruz grega de 2 000 m2 de superfície, foi projetada como pedestal da Basílica da Imaculada Conceição, que está situada acima da Gruta.
Monumento de extremo interesse devido à ornamentação de mosaicos venezianos que estende-se sobre uma superfície de 2000 m2.
Foto do site oficial 
A Cripta
A Cripta situa-se no "Rochedo de Massabielle", entre a Basilica Superior e a Basilica do Rosário.
Ela foi inaugurada em 19 de maio de 1866 e possui uma capacidade de 120 lugares.
A Cripta constitui o primeiro santuário.
Acima da entrada encontra-se um mosaico de São Pio X.
Um longo corredor de acesso coberto de ex-votos (que agradecem a Deus e rendem-lhe graças por intermédio da Virgem Maria por todas as bênçãos recebidas) conduz a um local de silêncio e oração pessoal.
Foto do site oficial 
As Piscinas
A passagem pelas Piscinas é um momento importante para o peregrino em Lourdes.
Todos os anos, cerca de 350 000 pessoas passam por este lugar e banham-se em uma água a aproximadamente 12°C.
Uma entrada para os homens e outra para as mulheres.
Horarios
Durante a semana:
10h00 - 11h00
14h30 - 15h30
Domingo e feriados:
14h30 - 16h00
Foto do site oficial 
Basilica subterrânea São Pio X
A Basílica subterrânea São Pio X possui uma superfície de cerca de 12000 m².
Sua planta apresenta um formato oval de 201 metros por 81 metros.
Com uma capacidade máxima de 25000 pessoas, esta Basílica foi consagrada em 25 de março de 1958, na época do centenário das Aparições, pelo futuro Papa João XXIII.
Ela é decorada por 39 telas que representam diversos santos e beatos, bem como por 52 obras em gemmail (tipo de vitral constituído por pedaços de vidro colorido justapostos).

Como chegar em Lourdes - clique aqui

Onde dormir - clique aqui

Onde comer - clique aqui 

Site oficial 

2 comentários:

José Carlos de Saints disse...

Olá Miriam,parabéns pelas fotos da matéria sobre Lourdes, gostaria de utilizar a foto da gruta Massabielle e da Basílica em meu vídeo cordel sobre Nsa Sra. de Lourdes, a ser publicado no Youtube em 09/02/2017.
Desde d já grato pela atenção

José Carlos de Saints
Poeta de Literatura de Cordel

Miriam Tanno Girardot disse...

José Carlos de Saints, pode usar as fotos sim.