Sempre tive uma grande paixão pelas viagens, em descobrir lugares novos, pessoas e costumes diferentes…


Ao longo dos últimos vinte anos viajei pelos cinco continentes, totalizando 35 países.


Foi viajando que encontrei a minha vocação. Me tornei guia de turismo no Rio de Janeiro, onde estudei e obtive a credencial nas categorias: regional, nacional e internacional pela Embratur.


Em 2000, me casei e acabei fixando residência em Paris. Aqui fiz vários cursos como História da Arte na Escola do Louvre, História da Arte Renascentista na Escola Superior de Artes Aplicadas Duperré, além de outros cursos livres sobre o patrimônio artístico de Paris: arquitetura, pintura, escultura, jardins, etc.


Sou oficialmente Guia de Turismo em Paris com carteira profissional emitida pelo Ministério do Turismo e da Cultura da França.


Assim com o olhar de uma viajante e de uma profissional da área, tenho oferecido meus serviços de acompanhamento, organização e consultoria para turistas brasileiros em Paris.


Bienvenue à Paris !


Miriam Tanno Girardot


quinta-feira, 11 de junho de 2015

Para diabéticos em Paris

Na França há 3 milhões de diabéticos, e apesar de encontrarmos facilmente produtos dietéticos e lights nos supermercados normais e nas lojas de produtos orgânicos (Nauralia, Biocoop, Bio c'Bon…) há pouquíssimas patissseries na capital francesa que oferecem doces para os diabéticos e idem aos alérgicos ao glúten.
Assim como são poucos os cafés e restaurantes que servem adoçante (édulcorant). 
Morando aqui  há 15 anos, percebo que existe uma resistência local no uso de adoçantes. Cada vez que eu colocava um adoçante no café, alguém me dizia "é melhor tomar sem açúcar do que com esse adoçante que faz mal à saúde".

A revista Elle n° 3622 de 29/05/2015 na matéria Vive la Pâtisserie Light ! - Viva os doces lights ! - anuncia três endereços em Paris:

- Eugène se lança como a primeira boulangerie-pâtisserie-chocolaterie (padaria-confeitaria-chocolateria) em Paris adaptada aos diabéticos.

Os proprietários Christophe Touchet, 53 anos, diabético e Luc Baudin, 26 anos, chef pâtissier, associados à um nutricionista e um médico biologista, oferecem doces com  menos açúcar possível.

Diminuindo a quantidade de açúcar e aumentando as fibras solúveis, banindo o açúcar, os  adoçantes, a stévia e as farinhas refinadas. A gordura animal é substituída pela gordura vegetal.  
Utilizando as matérias primas da patisserie tradicional, da farinha T80 moída à pedra, farinha de lentilha, de grão de bico, de farelo de aveia, da frutose, do xarope de agave, xaropes naturais, chá verde, canela e abacate.

Mas alguns doces é impossível serem confeccionados  sem açúcar, como é o caso do tradicional "macaron".

E sem gordura animal, quer dizer, sem manteiga, impossível de fazer massa folhada, pas de millefeuille.

Endereços:
28, rue des Lombards - 75004
Metrô: Rambuteau  linha 11
Tel: 01 71 19 54 52
Aberto de 3a.feira a domingo das 7h30 às 21h00

11, rue Guillaume-Tell, no 17° arrond.
Metrô: Porte de Champerret
Telefone: 01 42 27 65 24. Aberto das 7:30 às 20:00.
Fecha aos domingos à tarde e às 2as.feiras.

Eu queria buscar mais informações no site, mas no momento não está disponível.
No Facebook confiram !


- Chloé.S: essa chef pâtissier Chloé Saada, também diabética, faz deliciosos bolos e cupckaes com decorações anos 50.
À base de produtos orgânicos, dito aqui "bio" (diminutivo de biológico), de maneira artesanal e sem conservantes.

Propõe também uma linha de doces sem açúcar, com xarope de agave para os diabéticos e também uma linha sem glúten.

Além dos cupcakes e bolos, funciona como salão de chá para brunch e almoços (somente com reserva), vende materiais para cupcakes e ateliês de cupcakes.

Endereço: 40, rue Jean-Baptiste Pigalle, no 9° arrond.
Metrô:  Pigalle linhas 2 e 12 ou Saint-Georges linha 12
Aberto de 3a.feira à sábado das 11:00 às 19:30
Aos domingos das 11:00 às 18:00
Tel. 01 48 78 12 65

Chloé possui um blog, além do site !


- Hôtel Plaza Athénée, onde os chefs Christophe Michalak e Jean-Marie Hiblot propõem sobremesas na versão mais light, reduziram entre 20 à 25% o açúcar e as gorduras.

Endereço: 25, avenue Montaigne, no chiquérrimo 8° arrond.
Metrô: Alma Marceau ou Franklin D. Roosevelt linha 9 
Tel. 01 53 67 66 65

Um comentário:

Anônimo disse...

Muito obrigado pelas dicas das pâtisseries para diabéticos!