Sempre tive uma grande paixão pelas viagens, em descobrir lugares novos, pessoas e costumes diferentes…


Ao longo dos últimos vinte anos viajei pelos cinco continentes, totalizando 35 países.


Foi viajando que encontrei a minha vocação. Me tornei guia de turismo no Rio de Janeiro, onde estudei e obtive a credencial nas categorias: regional, nacional e internacional pela Embratur.


Em 2000, me casei e acabei fixando residência em Paris. Aqui fiz vários cursos como História da Arte na Escola do Louvre, História da Arte Renascentista na Escola Superior de Artes Aplicadas Duperré, além de outros cursos livres sobre o patrimônio artístico de Paris: arquitetura, pintura, escultura, jardins, etc.


Sou oficialmente Guia de Turismo em Paris com carteira profissional emitida pelo Ministério do Turismo e da Cultura da França.


Assim com o olhar de uma viajante e de uma profissional da área, tenho oferecido meus serviços de acompanhamento, organização e consultoria para turistas brasileiros em Paris.


Bienvenue à Paris !


Miriam Tanno Girardot


sexta-feira, 29 de maio de 2015

O nosso leite condensado de cada dia

Foto: Miriam ATG
Outro dia, o meu amigo Oripes postou uma foto no facebook de uma lata de leite condensado com abridor "abre fácil" da Nestlé dizendo o quanto era prático.
Se aqui na França, esse tipo de abridor "abre fácil" é muito comum nas latas de alimentos, a Nestlé anunciou o seu lançamento no Brasil somente em maio do ano passado.
E a partir desse comentário do meu amigo, cada vez que compro uma lata de leite condensado, fico olhando na variedade de embalagens daqui e penso que seria legal se tivesse aí também.
Afinal, o Brasil é o maior consumidor mundial desse produto.
170 g
E possui em Montes Claros-MG, a maior fábrica de leite condensado do mundo.

A deliciosa receita do Pudim de Leite Moça foi inventada no Brasil.

Sem esquecer outra receita brasileiríssima: o Brigadeiro, obrigatório em qualquer festa e que até lojas franquiadas desse doce existe.

Saquinhos em forma de triângulo com 35g  
A primeira fábrica de leite condensado construída no Brasil, em 1921,  foi em Araras-SP.
O produto era comercializado com o nome de Milkmaid, como nos Estados Unidos,  e que mais tarde foi rebatizado de Leite Moça por causa do desenho da camponesa. 
Afinal, era mais fácil dizer o leite condensado da "moça" ao invés de miilkimaidi. 
Versão tubo pasta de dente
Esse produto comercializado mundialmente é produzido pela Nestlé, que como todo mundo sabe, é uma empresa suíça. 

Mas a sua origem foi uma invenção do francês Nicolas Appert em 1820, que fazia pesquisas para esterilização e conservação de alimentos em embalagens herméticas e suas técnicas foram as precursoras do método atuais de conservação de alimentos em latas.

Em 1828, o inventor francês Malbec aplicou o método de Nicolas Appert ao leite fresco de vaca para criar o leite condensado.

Com ou sem açúcar e enlatado, teve um grande sucesso mundial no século XIX e inicio do século XX. 

Primeiro como alimento infantil, era uma fonte alternativa ao leite fresco, num tempo que ainda não havia sido inventada a  geladeira elétrica.

Depois houve a escassez de açúcar in natura nos anos de 1940, o leite condensado se popularizou na preparação de sobremesas.

Para os curiosos, uma lata de leite condensado de 395g custa 2 €.
Versão copinho sem açúcar, próprio para colocar em cafés  
Lata de 1kg de leite condensado com uma tampa
de plástico para ajudar na conservação depois de aberto  
Sticker de leite condensado - saquinhos finos de 30g







Nenhum comentário: