Sempre tive uma grande paixão pelas viagens, em descobrir lugares novos, pessoas e costumes diferentes…


Ao longo dos últimos vinte anos viajei pelos cinco continentes, totalizando 35 países.


Foi viajando que encontrei a minha vocação. Me tornei guia de turismo no Rio de Janeiro, onde estudei e obtive a credencial nas categorias: regional, nacional e internacional pela Embratur.


Em 2000, me casei e acabei fixando residência em Paris. Aqui fiz vários cursos como História da Arte na Escola do Louvre, História da Arte Renascentista na Escola Superior de Artes Aplicadas Duperré, além de outros cursos livres sobre o patrimônio artístico de Paris: arquitetura, pintura, escultura, jardins, etc.


Sou oficialmente Guia de Turismo em Paris com carteira profissional emitida pelo Ministério do Turismo e da Cultura da França.


Assim com o olhar de uma viajante e de uma profissional da área, tenho oferecido meus serviços de acompanhamento, organização e consultoria para turistas brasileiros em Paris.


Bienvenue à Paris !


Miriam Tanno Girardot


sexta-feira, 29 de maio de 2015

O nosso leite condensado de cada dia

Foto: Miriam ATG
Outro dia, o meu amigo Oripes postou uma foto no facebook de uma lata de leite condensado com abridor "abre fácil" da Nestlé dizendo o quanto era prático.
Se aqui na França, esse tipo de abridor "abre fácil" é muito comum nas latas de alimentos, a Nestlé anunciou o seu lançamento no Brasil somente em maio do ano passado.
E a partir desse comentário do meu amigo, cada vez que compro uma lata de leite condensado, fico olhando na variedade de embalagens daqui e penso que seria legal se tivesse aí também.
Afinal, o Brasil é o maior consumidor mundial desse produto.
170 g
E possui em Montes Claros-MG, a maior fábrica de leite condensado do mundo.

A deliciosa receita do Pudim de Leite Moça foi inventada no Brasil.

Sem esquecer outra receita brasileiríssima: o Brigadeiro, obrigatório em qualquer festa e que até lojas franquiadas desse doce existe.

Saquinhos em forma de triângulo com 35g  
A primeira fábrica de leite condensado construída no Brasil, em 1921,  foi em Araras-SP.
O produto era comercializado com o nome de Milkmaid, como nos Estados Unidos,  e que mais tarde foi rebatizado de Leite Moça por causa do desenho da camponesa. 
Afinal, era mais fácil dizer o leite condensado da "moça" ao invés de miilkimaidi. 
Versão tubo pasta de dente
Esse produto comercializado mundialmente é produzido pela Nestlé, que como todo mundo sabe, é uma empresa suíça. 

Mas a sua origem foi uma invenção do francês Nicolas Appert em 1820, que fazia pesquisas para esterilização e conservação de alimentos em embalagens herméticas e suas técnicas foram as precursoras do método atuais de conservação de alimentos em latas.

Em 1828, o inventor francês Malbec aplicou o método de Nicolas Appert ao leite fresco de vaca para criar o leite condensado.

Com ou sem açúcar e enlatado, teve um grande sucesso mundial no século XIX e inicio do século XX. 

Primeiro como alimento infantil, era uma fonte alternativa ao leite fresco, num tempo que ainda não havia sido inventada a  geladeira elétrica.

Depois houve a escassez de açúcar in natura nos anos de 1940, o leite condensado se popularizou na preparação de sobremesas.

Para os curiosos, uma lata de leite condensado de 395g custa 2 €.
Versão copinho sem açúcar, próprio para colocar em cafés  
Lata de 1kg de leite condensado com uma tampa
de plástico para ajudar na conservação depois de aberto  
Sticker de leite condensado - saquinhos finos de 30g







quarta-feira, 27 de maio de 2015

As fotos do Pics Up em Paris

Foto: Saul Aguilar 

Pics Up é um projeto participativo e gratuito lançado pelos jovens da Fábrica do Olhar - Fabrique du Regard.

Compartilhe suas fotos em www.pics-up.fr e encontre as melhores expostas na parede deo 20 metros das margens do Sena (próxima do Museu d'Orsay), de 27 a 31 maio de 2015. 

Um convite para olhar o mundo de uma maneira poética, política e estética !
Para o seu 5º aniversário, LE BAL  homenageia 2 mil jovens da Fábrica do Olhar. Em um ano, eles se tornaram os operadores do Pics Up.
O objetivo: investir o espaço público em imagens!

À imagem do Bal e da Fabrique du Regard, Pics Up é: 
• Reagir ao fluxo de imagens difundidas pelos meios de comunicação para criar incompatibilidade;
• Extensões e dissonâncias;
• Agir sobre o real modificando a imagem;

• Criar a consciência de que a imagem é um território político que deve ser investido todos os dias.

A cada dia uma nova exposição: serão 5 dias, 5 composições diferentes na parede.

Com a ajuda de profissionais, o público terá a oportunidade de realizar suas imagens através de um estúdio criado pela juventude da Fábrica do Olhar.

A oficina de produção equipada com computadores e impressoras, permitirá ao público ver suas imagens impressas. Em seguida, as melhores irão alimentar a exposição evolutiva Pics Up.

A poucos metros da parede da exposição, serão apresentados os trabalhos dos jovens da Fábrica do Olhar : filmes, livros, cartazes, jornais...

O evento é gratuito e aberto a todos.

Obs. A foto que ilustra o post é do fotografo mexicano Saul Aguilar radicado em Paris, e que participa do Pics Up


sábado, 23 de maio de 2015

Uma creperia japonesa em Paris

Foto: Miriam ATG 

O crepe é uma especialidade típica da região da Bretagne, no Noroeste da França, mas muito popular em todas as regiões, assim como no mundo todo.
Somente na França existem mais de 4mil creperias. 

Uma creperia no melhor estilo "kawai" foi aberta no bairro do Marais, em 2011, toda a decoração é rosa, parece uma casa de bonecas.

Foi fundada por uma japonesa, que ousou abrir no país que inventou o crepe, uma creperia no estilo japonês.  

Oferece crepes doces e salgados, os recheios são vários: frutas, chantilly, nutella, cheesecake, sorvete, matcha, atum, mussarela, etc.

O atendimento é feito por japonesas simpáticas, vestidas de rosa e babados da cabeça aos pés, que parecem terem saltado dos mangas.

O interessante é que a Princess Crepe se tornou o ponto de encontro das lolitas francesas inspiradas nas lolitas de Tokyo, para ser mais precisa, de Harajuku.

E também dos franceses saudosos do Japão. 

Sempre costumo dizer que os japoneses têm a mania (talento) de tudo transformar (refinar) as coisas já inventadas, até o crepe eles conseguiram sofisticar. 

Como a grande maioria dos restaurantes no Japão, a creperia expõe falsos crepes na vitrine, que são servidos em forma de cone:
Foto: Miriam ATG

Os crepes são deliciosos, custam entre 3,50 € e 6 €.

Não aceitam cartão de crédito.

Princess Crepe
3, rue des Ecouffes 
Metrô Saint-Paul ou Hôtel de Ville
Aberto das 13:00 às 19:00

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Como evitar filas nos museus e monumentos em Paris


Tenho a impressão que já não existe mais alta e baixa temporada em Paris, pois as filas nos museus e monumentos são sempre imensas. 

Talvez o mês mais tranqüilo seja janeiro, depois do Ano Novo… 

Bom, como evitar as filas intermináveis ?

Antes de tudo, verifique os dias de funcionamento, os horários, tarifas, o acesso,  etc.

Lembrando que uma boa parte dos museus parisienses oferecem visitas noturnas !

Comprando o Paris Museum Pass, que dependendo da quantidade de museus e monumentos que visitar, é mais econômico e evita a fila para comprar os ingressos. 

Passe 6 dias - 74 €

Passe 4 dias - 62 €

Passe 2 dias - 48 € 

Por exemplo, os monumentos e museus abaixo podem ser visitados em 02 dias:

1° dia: 
Museu do Louvre - 15 € + Santa Capela - 10 € + Conciergerie - 8,50 €

2° dia:
Castelo de Versalhes - 18 € (contar um dia todo para visitar tudo) + Arco do Triunfo - 12 € (que pode ser visitado até às 22:30 ou 23:00 dependendo do período)
Total: 63,50 €

Utilizando o Paris Museum Pass - 2 dias  você economiza 15,50 € 

A outra opção é comprar um bilhete corta-fila (billet coupe-file) pela internet que são vendidas para as exposições temporárias nos museus e que de quebra você tem acesso às exposições permanentes. 
Sites onde comprar os bilhetes:







Museu do Louvre
Calcula-se que mais de 30 mil pessoas visitam diariamente o Louvre.

Evitar de visiter o museu nas 4as.feiras, que é o dia de maior fluxo de visitantes.

Os dias mais calmos são na 2a. e 5a.feiras.

Com visitas noturnas na 4a. e 6a.feira, o dia de visita noturna a evitar é o da 6a.feira.

Entradas:

- Pyramide - é entrada principal e a mais longa - para visitantes sem/com ingresso/passe de museu, cadeirantes ou bebês dentro de carrinhos.
Apenas preste atenção em qual fila entrar, "sans billet" - sem bilhete - e "avec billet" - com bilhete

- Galeria du Carrousel - o acesso se dá pela rue du Rivoli ou diretamente pela estação de metrô Palais Royal Musée du Louvre linha 1 e 7.
Basta seguir a placa, entrar no corredor comercial até chegar no raio X

- Porte des Lions - é a entrada mais rápida porque pouca gente a conhece. Fechada nas 6as.feiras (o dia todo) e à  noite de quarta-feira para a visita noturna

- Passage Richelieu para visitantes com de passes específicos,  não vale o Paris Museum Pass 


Há duas entradas: 
Porte A (lado esquerdo) - para aqueles sem ingresso 
Porte C  (lado direito) - para aqueles que possuem ingresso

Recomendo evitar de visitar esse museu nas 3as.feiras de manhã porque a fila é muito grande.
A razão é que nesse dia, o Museu do Louvre é fechado, e os turistas vão em massa para o Orsay.
Na parte da tarde, a fila é bem mais curta.

Visita noturnas às 5as.feiras até às 21h45.

Esse é um dos monumentos que possui aquela fila que dá vontade de desistir de visitá-la, mas essa capela com seus vitrais medievais são tão lindos que vale a pena enfrentar a fila.

É na fila para passar no raio X que é demorada, por causa do grande fluxo de visitantes, eles já começam a limitar a entrada ali.

Depois ter passado pela segurança, saímos num pátio e damos de cara com a Santa Capela.

Vá até o fundo e entre na fila, mas certifique-se que está na fila certa e não na fila para comprar o ingresso, que é sempre a mais longa. Percebo que muitos turistas com ingressos ou o Passe de Museu entram automaticamente na fila mais longa.

Se você tem o passe, a entrada é imediata

Tem que subir as escadarias do lado esquerdo para ver os grandes vitrais, ela é bem estreita, mas curta.

Para descer é pelo lado contrário.

Do dia 15 de maio ao dia 15 de setembro, a Santa Capela permanece aberta até às 21h30 nas 4as.feiras, lembrando que a última admissão é às 21h00, sempre 30 minutos antes do encerramento.

Outra dica para aqueles que desejam comprar o Paris Museum Pass ou apenas o bilhete da Santa Capela. 
Foto: Miriam ATG
Antes da Santa Capela, vá na Conciergerie (que é na esquina, onde tem um lindo relógio, o 1° relógio público de Paris - 1370) onde a fila é sempre pequena, e compre o Paris Museum Pass ou o Billet Jumelé (bilhete combinado) que dá direito à visitar a Conciergerie (antiga prisão durante a  Revolução Francesa) e a Santa Capela por 13,50 €.  
O ingresso de cada um dos respectivos monumentos custa 8,50 €.

Arco do Triunfo
A vista do topo (50m de altura) é maravilhosa, é de lá que saem doze avenidas e vale a pena subir os 284 degraus, aproveitando para tirar fotos da escadaria em forma espiral.
Foto: Miriam ATG 
A entrada é pela avenida Champs Elysées, do lado direito, quase ao lado da Embaixada do Qatar, um pouco mais à frente da saída de metrô Charles de Gaulle/Étoile.

Tendo o passe de museu, você não entra na fila do corredor, suba as escadinhas e somente depois entre na fila para subir até o topo.

Saiba que há uma lojinha que vende souvenirs, mas que não vende água, por isso, suba preparado, principalmente nos dias quentes.

O período de grande fluxo é no mês de dezembro por causa da iluminação de Natal, principalmente no horário entre 22:00 e 23:00.

Para deficientes físicos, mulheres grávidas, com bebês, ou pessoas idosas,  existe o elevador!

Depois que você subiu as escadinhas que dá acesso ao pé do Arco do Triunfo, tem a fila para passar no raio X, depois já estará no pé das escadarias, ai peça à pessoa que você mostra o ingresso para subir de elevador. O funcionário ira pedir à outro colega vir e acompanha-lo até o elevador.

A subida  é rápida, a porta vai se abrir bem em frente à loja de souvenirs, siga à esquerda e vá até o final, onde encontrará uma outra escadaria com 46 degraus que dá acesso ao topo, mas para quem é cadeirante, o acesso até o topo é inacessível.

Entrada por uma porta, saída por outra, assim como na Santa Capela.

Foto: Miriam ATG
Torre Eiffel
Simbolo máximo de Paris, enfrentamos filas enormes para poder ver Paris do topo !

Sempre conto cerca de 4 horas entre fila e visita…

Os meses de abril, maio, junho, julho, agosto são os meses mais cheios.

A maneira mais rápida de visitar a torre sem enfrentar fila é comprando o ingresso com antecedência.

Tarefa nem sempre possível, pois assim que os ingressos começam a ser vendidos pela internet,  se esgotam rapidamente, mas não custa tentar.

Esse monumento não está incluído no Paris Museum Pass.

Outra maneira de visitar sem ficar na fila é reservando o passeio oferecido pela Paris City Vision:
Inclui um passeio panorâmico com duração de 1h30 e a subida até o 2° andar da Torre Eiffel.
Querendo subir até o topo, pode-se comprar o ingresso no local, havendo disponibilidade.

E para aqueles que se contentam em apenas ver a Torre Eiffel, recomendo irem ao Trocadéro, de onde temos a melhor vista panorâmica da torre!
Descer na estação de metrô Trocadéro linha 6 e pegar a saída para a Tour  Eiffel.
E se você estiver em frente à Torre Eiffel, basta atravessar a ponte - Pont d'Iéna, passar pelos jardins do Palais de Chaillot.

Foto do site oficial
Castelo de Versalhes
Nos últimos anos, o fluxo de visitantes aumentou consideravelmente,  que quando você termina a visita, você tem mais a sensação de alivio do que de encantamento...

Afinal, o castelo recebe 12 milhões de visitantes por ano, ou seja, 18 mil por dia !

Aconselho à não ir ao Castelo de Versalhes sem ter comprado antecipadamente o bilhete ou o passe de museu, porque você vai acabar se exasperando com tanta espera.

Entrar na longa fila da Porte A, conte 1 hora ou mais.

Mais duas horas para visitar os aposentos do Castelo, onde na verdade você acaba sendo levado pela correnteza humana.

E ainda tem um imenso jardim a ser visitado, o Grand e Petit Trianon e a Aldeia da rainha Maria Antonieta.

A foto dá uma idéia das filas...


Aqui vai alguns conselhos úteis para que a sua visita seja agradável:

- Evitar ir nos finais de semana e nas 3as.feiras, que são os dias mais lotados;

- Possuir o Paris Museum Pass

- Ou comprar o ingresso com antecedência pela internet

- Para visitar o interior do Castelo, lembre-se que os horários de pico é entre 10:00 e 15:00;

- Então chegue antes das 9:00, no horário de abertura ou faça a visita depois das 15:00, quando o fluxo de visitantes diminui. 
Antes, visite os jardins e os domínios da rainha Maria Antonieta, almoce ou faça um piquenique;

- Possibilidade para aqueles que absolutamente não gostam de esperar, é reservar uma visita guiada - Versailles Sublime (49 €), por exemplo, pela internet
Há várias modalidades de visitas, escolha o que melhor corresponde aos seus interesses e o seu tempo.

Atenção  :

Em todos os museus e monumentos, é "possível" evitar filas nos seguintes casos:

- portadores de deficiência física

- mulheres grávidas

- mamães com bebês de colo

- pessoas idosas com dificuldades de ficar muito tempo em pé

Dirija-se ao início da fila e fale com o funcionário, é "somente ele" que autoriza a entrada sem fazer fila.



terça-feira, 19 de maio de 2015




O Torneio Roland Garros, começou hoje, dia 19 de maio, e terminará  no dia 07 de junho. 

Esse torneio em terra batida foi criado em 1925, e passou a ser realizado anualmente desde 1928.

O torneio leva o nome de Roland Garros que não tem nada a ver com o tênis, na verdade, ele foi um famoso aviador por ter sido o primeiro a atravessar o Mar Mediterrâneo em 7 horas e 53 minutos, no início do século 20.  

Fazendo parte dos quatro torneios do Grand Slam: 

- Open da Australia, em Melbourne, no mês de janeiro;

- Torneio de Roland Garros, em Paris, na ultima semana de maio e a  primeira semana de junho;

- Wimbledon em Londres, na ultima semana de junho e na primeira semana de julho;

- US Open em Nova York, em agosto. 

Esses são os mais importantes eventos de tênis, em termos de pontos no ranking mundial, de tradição, valor dos prêmios em dinheiro e atenção do público.


quinta-feira, 14 de maio de 2015

Visita noturna gratuita na Santa Capela em Paris

Parte inferior 

Após uma campanha de restauração notável, o Centro de Monumentos Nacionais apresenta os vitrais da Santa Capela completamente restaurados. 
Obra-prima do estilo gótico, ela foi construída entre 1242 e 1248 pelo rei São Luis, no coração do Palácio da Cidade para servir de vitrine para as relíquias da Paixão de Cristo, incluindo a coroa de espinhos, que hoje se encontra na Catedral Notre Dame de Paris. 
Seus vitrais formam um conjunto único de 1.113 cenas figurativas do Velho e Novo Testamento. 
Sete vitrais situados no lado norte da capela, assim como as alvenarias em torno deles, o arcanjo e a rosácea, foram restaurados entre 2008 e 2015.
Parte superior 

Para comemorar o término da restauração,  o público é convidado à visitar gratuitamente esse tesouro da Idade Média, nos dias 21, 22 e 23 de maio, das 18h00 às 21h30. 



terça-feira, 12 de maio de 2015

Musical Cats em Paris


A famosa comédia musical Cats, criada em 1981por Andrew Lloyd Webber, já foi vista por mais de 73 milhões de pessoas.

Foi adaptada em 15 línguas diferentes e ficou mais de 20 anos em cartaz em Londres e na Broadway, em Nova York.

Essa nova produção foi revisitada por seus próprios criadores, o compositor britânico Andrew Lloyd Webber, o coreógrafo Gillian Lynne, o diretor Trevor Nunn e o designer John Napier.

A nova versão foi totalmente modernizada, inclui 21 novas canções e um novo final.

Estreou em Londres em dezembro 2014 e abril 2015, no London Palladium. 

Em Paris estreará no Theatre Mogador, a partir do dia 02 de outubro até 5 de julho 2015, ao total serão 90 apresentações.

Na terra de Molière, a comédia musical Cats será em versão francesa.

Eu assisti Cats em Londres, no final dos anos 90 e amei. Prefiro a versão original em inglês, mas o musical é tão lindo que vale a pena ser visto novamente em companhia da minha filha.

Ja comprei os ingressos que estão à venda pela internet

Quer ouvir a "version française" da canção Memory  ?

domingo, 10 de maio de 2015

A Noite Européia dos Museus em Paris 2015

A Noite dos Museus 2015 acontecerá no sábado, dia 16 de maio, em toda a França. 

Os principais museus estarão abertos oferecendo gratuitamente passeios interativos, passeios iluminados, jogos, performances e instalações, performances,concertos, workshops … 

Alguns exemplos:

• Museu de l'Orangerie: acesso ao público a partir das 18h30. A partir das 21h30, uma projeção de filmes de artistas que fazem parte da coleção do museu. Depois os visitantes poderão ver as obras "As ninféias de Claude Monet", assim como as obras de Renoir, Cézanne, Derain, Matisse, Picasso, Modigliani, Soutine até meia-noite.

• Museu d'Orsay: Cinémathèque projetada em uma tela gigante para comemorar o 120º aniversário da Cinematografia  

• Museu do Quai Branly: caminhada noturna através de mil e um Oriente

• Museu de Luxembourg: visita livre, apresentação de projetos de costumes de cenas inspiradas da Dinastia de Tudor. Aberto das 19h30 até 1h00

• Philharmonie de Paris: tempo musical em torno de Pierre Boulez pelo Ensemble Intercontemporain

• Museu Picasso: depois de um longo período fechado para reforma, o museu instalado no Hotel Salé, foi reaberto em outubro 2014 e comemora em 2015, seu 30° aniversario. Aberto das 20h00 até meia-noite.

• Maison-atelier Foujita em Villiers-le-Bâcle: Baile retrô com orquestra

• Parc de Sceaux: circuito de bicicleta e corrida de bicicletas antigas

Para ver a programação clique aqui 

O transporte público funcionará normalmente, como todos os finais de semana, uma hora adicional, os últimos entre 1h e 2h da manhã.