Sempre tive uma grande paixão pelas viagens, em descobrir lugares novos, pessoas e costumes diferentes…


Ao longo dos últimos vinte anos viajei pelos cinco continentes, totalizando 35 países.


Foi viajando que encontrei a minha vocação. Me tornei guia de turismo no Rio de Janeiro, onde estudei e obtive a credencial nas categorias: regional, nacional e internacional pela Embratur.


Em 2000, me casei e acabei fixando residência em Paris. Aqui fiz vários cursos como História da Arte na Escola do Louvre, História da Arte Renascentista na Escola Superior de Artes Aplicadas Duperré, além de outros cursos livres sobre o patrimônio artístico de Paris: arquitetura, pintura, escultura, jardins, etc.


Sou oficialmente Guia de Turismo em Paris com carteira profissional emitida pelo Ministério do Turismo e da Cultura da França.


Assim com o olhar de uma viajante e de uma profissional da área, tenho oferecido meus serviços de acompanhamento, organização e consultoria para turistas brasileiros em Paris.


Bienvenue à Paris !


Miriam Tanno Girardot


segunda-feira, 15 de abril de 2013

COVOITURAGE - uma nova maneira de viajar !


O francês Frédéric Mazzella criou em 2006 um sistema de viajar de carona de forma segura, organizada, simpática, solidária, econômica, e o melhor de tudo, muito ecológica ! 
Essa maneira de compartilhar um trajeto de carro tem sido adotada não somente por jovens, mas por pessoas de todas as idades. 
A cada mês, 500 mil pessoas viajam dessa maneira. 
Na França, esse novo meio de transporte chama-se "covoiturage". 
O sistema criado foi muito bem elaborado. O sucesso é baseado na facilidade e rapidez de colocar em relação o passageiro e o motorista. 
O objetivo do motorista não é de ganhar nenhum lucro, apenas dividir as despesas de combustível e pedágio. 
No site você se inscrive tanto como motorista ou como passageiro, coloca o local de partida, o destino e a data. 
Segurança tanto para o passageiro como para o motorista.
O pagamento é feito on line, e somente depois da viagem, que o motorista recebe o pagamento. 
Se o passageiro desiste 24 horas antes da viagem, o motorista recebe 50% do valor do trajeto estabelecido.
Se o passageiro não aparece, o motorista recebe 100% do valor do trajeto estabelecido. 
A reserva é feita on line, podendo ser efetuada à qualquer horário do dia. 
A cada reserva você recebe um SMS e um mail recapitulando o nome do passageiro, do motorista, local de partida, local de chegada, etc. 
Tudo é informado: se o motorista gosta de falar, o nível de tagarelice: bla - bla bla e bla bla bla. 
Se o passageiro gosta de dormir ou apenas olhar a paisagem. 
Se animais são permitidos. Tem alergia de pêlos de gato ? 
Detesta o odor de cigarro ? Gosta de música ou não ? Quantas bagagens posso levar ? Mulheres podem escolher viajar apenas com mulheres. Enfim, tudo para que o trajeto seja feito sem problemas. 
Como saber se o motorista tem experiência ? 
Quando fazemos a inscrição, todos começam como "debutantes", mais à medida que as viagens partilhadas são feitas, vamos subindo de nível: Habituado, Confirmado, Expert, e o último nível é Embaixador ou Embaixatriz. 
O nível de experiência é uma mistura de avaliações recebidas somado à outros critérios. Por isso é importante que a cada viagem efetuada, o passageiro escreva dando suas impressões, que seja positiva ou negativa. Isso ajuda as pessoas fazerem a melhor escolha, assim como quando você vai reservar um hotel e antes dá uma olhada nos comentários do Tripadvisor. 
Como é feito o cálculo do trajeto ? 
O preço é calculado tendo como base três passageiros (incluindo o motorista) no veículo, que inclui o combustível + pedágio. 
Por exemplo: de Paris à Lyon paga-se 30€ de pedágio + 60€ de combustível = 90€ sendo 30€ para cada passageiro. 
Dei uma olhada no site e os preços de Paris à Londres por 40 €. Paris à Genebra 36€. Paris à Amsterdan 40€. 
Realmente vale a pena !
Veja mais Clique aqui

domingo, 7 de abril de 2013

Dica para quem está com a grana curta em passagem por Paris

Couscous marroquino



Moules et frites
Quatro endereços de bares que servem gratuitamente um Couscous e Moules-Frites (Mariscos e batata frita) em alguns dias da semana.
Para quem não conhece o couscous, é um prato bérbere do norte da Africa, consistindo num preparado de sêmola, legumes e carnes.
Foi introduzido na França pelos imigrantes do Magrebe (Tunisia, Argélia e Marrocos). Sendo que em 2011, o couscous foi classificado como o terceiro prato preferido dos franceses. 

Tribal Café:
O ambiante do café é caloroso, com uma mistura de gente jovem, de várias tribos…
As bebidas não são caras, cerveja ou taça de vinho a 3,50 €.
4as. feiras (mercredi) e 5as.feiras (jeudi) à noite: Moules-frites
6as.feiras (vendredi) e Sábados (samedi) à noite: Couscous
Endereço: 3 cours des Petites Ecuries - tel 01 47 70 57 08
Metrô: Château d'Eau 

Chope du Châtau Rouge:
É um outro endereço onde come-se couscous gratuitamente nas noites de sexta-feira e sábado. O bar não tem nenhum charme, mais é hiper "branché" como os franceses designam "estar na moda".
Como o Tribal Café, as bebidas não são caras.
Endereço: 40 rue de Clignancourt
Métro Château Rouge

La Cordonnerie:
Dizem que o couscous servido gratuitamente nas noites de quinta-feira e sábados à partir das 20:00 não é ruim, ambiente descontraído e clientela jovem…
As bebidas são um pouquinho mais caras que os outros restantes acima. 
Endereço: 28, rue Greneta  - 01 40 28 95 35
Metrô: Etienne Marcel ou Réaumur Sébastopol 

French K-Wa: 
Apesar do nome asiático, o ambiente é "world", passando dos pratos, da música até a clientela.
Além do couscous gratuito nas quartas-feiras, tem música ao vivo todas as noites no subsolo, e apesar da decoração simples do lugar, o atendimento é caloroso.
Endereço: 6, rue Planchat - 01 43 70 41 03
Metrô: Avron


Porto de l'Arsenal


Foto: Miriam T. Girardot 
Foto: Miriam ATG

Localiza-se na foz do Canal St-Martin, entre o Cais do Rapée e a Praça da Bastilha. Como seu nome indica, foi um arsenal entre o século 16 e 19, e depois foi utilizado como porto de mercadorias. A partir de 1983 foi transformado em marina.
O jardim é muito agradável, com roseiras, pérgolas, um playground, um bar simpático, e é ponto de partida para os passeios de barco do Canauxrama clicar aqui