Sempre tive uma grande paixão pelas viagens, em descobrir lugares novos, pessoas e costumes diferentes…


Ao longo dos últimos vinte anos viajei pelos cinco continentes, totalizando 35 países.


Foi viajando que encontrei a minha vocação. Me tornei guia de turismo no Rio de Janeiro, onde estudei e obtive a credencial nas categorias: regional, nacional e internacional pela Embratur.


Em 2000, me casei e acabei fixando residência em Paris. Aqui fiz vários cursos como História da Arte na Escola do Louvre, História da Arte Renascentista na Escola Superior de Artes Aplicadas Duperré, além de outros cursos livres sobre o patrimônio artístico de Paris: arquitetura, pintura, escultura, jardins, etc.


Sou oficialmente Guia de Turismo em Paris com carteira profissional emitida pelo Ministério do Turismo e da Cultura da França.


Assim com o olhar de uma viajante e de uma profissional da área, tenho oferecido meus serviços de acompanhamento, organização e consultoria para turistas brasileiros em Paris.


Bienvenue à Paris !


Miriam Tanno Girardot


quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Madame de Pompadour, a preferida do rei Louis XV

Foto do site http://cristalsevres.com  
Jeanne-Antoinette Poisson (29 de dezembro de 1721 - 15 de abril de 1764),  Marquesa de Pompadour et Duquesa de Menars consagrou sua vida à promoção das Artes.
Supostamente era a filha de Madeleine de la Motte e seu marido François Poisson, condenado pela justiça, fugiu para a Alemanha.
Jeanne-Antoinette recebeu a proteção de Charles François Paul Le Normant, amante da sua mãe, que acabou se tornando um verdadeiro pai para ela. Foi assim que a pequena menina recebeu a melhor educação (equitação, música, canto, literatura clássica, desenho, pintura, dança).
Foto do site http://cristalsevres.com 
Quando tinha somente 15 anos, ela era bela, inteligente e elegante, atraindo os olhares da alta sociedade parisiense, não lhe falando pretendentes. Casou-se com Charles Guillaume Le Normant d'Etoilles, que após quatro anos, teve um casal de filhos. Um filho que nasceu prematuro e não sobreviveu, e a filha Alexandrine que morreu aos 9 anos. Ela nunca conseguiu superar essa perda.
Foi apenas em 1745 que Jeanne conheceu o rei Louis XV. Naquele ano, a jovem foi ao baile real à fantasia em homenagem ao casamento do filho do rei. E foi durante esta celebração que o rei sucumbe aos encantos de Jeanne. Rapidamente ela se mudou para o castelo de Versalhes, nos apartamentos localizados acima das do rei, desta forma, ele podia visitá-la sempre que o desejasse.
Em julho daquele ano, Louis XV oferece à sua protegida o Castelo de Pompadour, na região de Corrèze, concedendo também o título de Marquesa de Pompadour.
A favorita do rei francês Louis XV, amiga fiel e grande conselheira do rei, tornou-se uma das figuras mais importantes do século XVIII, seus conselhos foram decisivos na assinatura do Tratado de Versalhes e da Guerra dos Sete Anos.
Amante das artes e das letras, a Marquesa de Pompadour promoveu o projeto da enciclopédia de Diderot e exerce uma verdadeira filantropia à inúmeros artistas: pintores, escultores, escritores ...
Ela supervisionou a construção de grandes monumentos como a Place de la Concorde, o Petit Trianon e o Hotel d'Evreux (Palais de l'Elysée, atual residência oficial do presidente francês).
Entre suas muitas realizações, a fundação da fabrica de Cristal de Sèvres, originalmente destinada à corte do rei Louis XV, conquista clientes de prestígio em toda a Europa. 
Embora a paixão entre o rei e a marquesa tenha sido grande, a partir do inverno de 1751, o rei cansado desses encontros que se tornaram rotineiros, cessa os encontros amorosos. 
No entanto, Madame de Pompadour continua a ter um papel de confidente e conselheira do monarca. Sua confiança é tão grande que ele chamou o irmão dela, o  Marquês de Marigny, para ser o superintendente das edificações reais.
Em 15 de abril 1764, depois de 20 anos na corte de Louis XV, ela morre aos 42 anos no Castelo de Versalhes: último privilegio, uma vez que era proibido à uma cortesã de morrer no lugar onde reside o rei e sua corte. 
Foto do site http://cristalsevres.com 
Fonte: http://cristalsevres.com/madame-de-pompadour/



Nenhum comentário: