Sempre tive uma grande paixão pelas viagens, em descobrir lugares novos, pessoas e costumes diferentes…


Ao longo dos últimos vinte anos viajei pelos cinco continentes, totalizando 35 países.


Foi viajando que encontrei a minha vocação. Me tornei guia de turismo no Rio de Janeiro, onde estudei e obtive a credencial nas categorias: regional, nacional e internacional pela Embratur.


Em 2000, me casei e acabei fixando residência em Paris. Aqui fiz vários cursos como História da Arte na Escola do Louvre, História da Arte Renascentista na Escola Superior de Artes Aplicadas Duperré, além de outros cursos livres sobre o patrimônio artístico de Paris: arquitetura, pintura, escultura, jardins, etc.


Sou oficialmente Guia de Turismo em Paris com carteira profissional emitida pelo Ministério do Turismo e da Cultura da França.


Assim com o olhar de uma viajante e de uma profissional da área, tenho oferecido meus serviços de acompanhamento, organização e consultoria para turistas brasileiros em Paris.


Bienvenue à Paris !


Miriam Tanno Girardot


segunda-feira, 29 de junho de 2015

Um jardim escondido no Marais, em Paris

Foto: Miriam ATG 
Passando pela rue des Rosiers, uma rua de comércio, no bairro do Marais, ninguém pode imaginar que no n° 10, encontra-se um jardim escondido, de uma tranqüilidade absoluta…
Foto: Miriam ATG
O Jardin des Rosiers - Joseph-Migneret, criado em 2007 e concluído em 2014, possui 2.135m2, um terreno que resulta da reunião dos jardins dos hotéis particulares (palacios urbanos) como o Hôtel de Coulanges (atual Maison de l'Europe de Paris), Hôtel Barbes e Hôtel d'Albret.
O jardim é dividido em várias partes. 
O primeiro, atrás do Hôtel d'Albret, oferece um jardim com bancos de madeira, plantas cultivadas em espaldeiras e fragmentos de umas das 77 torres da muralha que protegia Paris, construída pelo rei Philipe-Auguste, no século XIII, e que foi completamente restaurada em 2014.
Foto: Miriam ATG
O segundo jardim, atrás do Hôtel Barbes, possui uma grande figueira e uma castanheira, é o mais pequeno, na verdade, uma pequena passagem que leva ao terceiro jardim.
Esse jardim retangular, que tem entrada pela Maison de l'Europe de Paris, possui um gramado onde se espalham alguns brinquedos para crianças, com quatro arvores Bétula (bouleaux), cana-do-reino (canne de Provence) e outras plantas nas laterais, com algumas cadeiras de madeira.
Foto: Miriam ATG
Aqui também podemos ver um chaminé de 35 m de altura, da "Societé des Cendres, uma antiga empresa do século XIX, criada para tratar as aparas, limalhas e fragmentos à fim de extrair ouro e prata.
Foto: Miriam ATG 
Foto: Miriam ATG
O nome do jardim é em homenagem à Joseph Migneret (1888-1949), diretor da escola vizinha "École élémentaire des Hospitalières-Saint-Gervais", que fazia parte da Résistance, fabricou falsos documentos, salvando muitas crianças judias de serem deportadas…
Foto: Miriam ATG 
Foto: Miriam ATG 
Há duas entradas para esse jardim tranqüilo, pela rue des Rosiers, n° 10 e pela Maison de l'Europe de Paris, na rue des Francs-Bourgeois, n° 35-37. 
A estação de metrô mais próxima é o Saint-Paul.

Abertura do jardim:
Durante a semana - 8:00
Nos finais de semana e feriados - 9:00

Fechamento:
Horário de inverno até o final de fevereiro - 17:15
Mês de março - 18:00
1° de abril à 30 setembro - 19:00
1° de outubro ao horário de inverno - 18:00





Nenhum comentário: