Sempre tive uma grande paixão pelas viagens, em descobrir lugares novos, pessoas e costumes diferentes…


Ao longo dos últimos vinte anos viajei pelos cinco continentes, totalizando 35 países.


Foi viajando que encontrei a minha vocação. Me tornei guia de turismo no Rio de Janeiro, onde estudei e obtive a credencial nas categorias: regional, nacional e internacional pela Embratur.


Em 2000, me casei e acabei fixando residência em Paris. Aqui fiz vários cursos como História da Arte na Escola do Louvre, História da Arte Renascentista na Escola Superior de Artes Aplicadas Duperré, além de outros cursos livres sobre o patrimônio artístico de Paris: arquitetura, pintura, escultura, jardins, etc.


Sou oficialmente Guia de Turismo em Paris com carteira profissional emitida pelo Ministério do Turismo e da Cultura da França.


Assim com o olhar de uma viajante e de uma profissional da área, tenho oferecido meus serviços de acompanhamento, organização e consultoria para turistas brasileiros em Paris.


Bienvenue à Paris !


Miriam Tanno Girardot


segunda-feira, 13 de maio de 2013

O que apresentar à Imigração Francesa em Paris

Informações fornecidas pelo Consulado-Geral do Brasil em Paris:

Não há necessidade de visto de entrada para turistas brasileiros, na França, para uma estada de até 90 dias. Tendo em vista que o ingresso na Europa, via Paris, dá direito de acesso e circulação por todo o território da União Européia, é conveniente que, ao ingressar, o turista certifique-se de que o seu passaporte foi carimbado, com registro da data de entrada.
No entanto, ao desembarcar, o turista deve estar habilitado a comprovar às autoridades de imigração sua condição de turista. Para tanto, deverá poder apresentar :
  • bilhete aéreo de ida e volta
  • prova de que dispõe de recursos financeiros suficientes para manter-se durante sua permanência (a legislação francesa exige um mínimo de 40 euros por pessoa por dia)
  • comprovante de reserva de hotel ou certificado de hospedagem reconhecido pela prefeitura ("mairie") do bairro ou cidade em que reside o anfitrião, que deverá ter residência legal na França casa de residente legal
  • comprovante de seguro-saúde para o período  da viagem, de no mínimo 30.000 euros
Nos casos de visto de estudante, assegurar-se de que o visto concedido no Brasil permite viajar por outros países europeus.
Note bem que o Consulado-Geral não pode atuar como agente de imigração junto às autoridades imigratórias da França. 
Nestes casos, é necessário consultar as autoridades francesas, em geral, a "Préfecture de Police"da região ou cidade na qual se encontra o interessado ou a página www.prefecture-police-paris.interieur.gouv.fr, de modo a informar-se sobre todas as questões relativas à permanência, entrada, saída e prorrogações ou mudança de tipo de visto na França.

Consulado-Geral do Brasil em Paris clique aqui


Nenhum comentário: